Menu
SADER_FULL
domingo, 17 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Alckmin destaca apoio do PMDB de Mato Grosso do Sul

4 Out 2006 - 07h54

Em busca do eleitores de Cristóvam Buarque (PDT) e Heloisa Helena (PSOL), o candidato tucano à Presidência da República, Geraldo Alckmin, lembrou ontem, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que parte expressiva do PMDB o apoiou no primeiro turno, citando Mato Grosso do Sul, onde obteve 687.583 votos, vecendo o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 66 dos 78 municípios do Estado.

Alckmin também citou que recebeu apoio dos peemedebistas dos Estados de Santa Catarina, Rondônia, Pernambuco e Distrito Federal. "Agora, acho que temos a possibilidade de ter o PMDB no Rio Grande do Sul e recebemos o apoio da governadora do Rio", disse. Enquanto tenta convencer os eleitores dos dois ex-petistas, Alckmin costura apoios na cúpula dos principais partidos.

Ontem, conversou com o PV, mas disse, porém, que vencerá a eleição graças à "militância cívica" dos eleitores. "O PT tinha uma militância histórica, mas ela praticamente desapareceu. Nós passamos a ter, não digo uma militância partidária, mas uma militância cívica", disse. Sobre o apoio de Anthony Garotinho, disse que o PT não poderá criticá-lo porque o peemedebista apoiou Lula anteriormente e fez diferença no Rio de Janeiro em 2002.

De olho no apoio dos tucanos José Serra e Aécio Neves, Alckmin afirmou que, se eleito, poderá fazer um governo melhor sem se preocupar com reeleição. "No que depender de mim, vou acabar com a reeleição." A respeito do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à reeleição, disse que ele está à sua direita neste segundo turno.

"Sou mais à esquerda [do que ele] no apreço à democracia e no sentido econômico. Essa é a primeira questão. Mario Covas dizia que, na vida pública, essa deve ser sempre a primeira qualidade, apreço à democracia", declarou, completando que o governo Lula tem um perfil autoritário, que se manifesta no mensalão, na Ancinav, que é a tentativa de amordaçar a imprensa porque eles não gostam de críticas.

 

 

Mídia Max

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amar a Deus
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'