Menu
SADER_FULL
sexta, 5 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Agricultura familiar terá R$ 116 milhões em MS

15 Jul 2004 - 09h47
A agricultura familiar - praticada por mini e pequenos produtores rurais - terá verba de mais de R$ 7 bilhões no país. Mato grosso do sul deve receber algo em torno de R$ 116 milhões. O plano safra 2004-2005 será lançado daqui a pouco na capital.

Em entrevista ao Bom Dia MS, o secretário Nacional da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Valter Bianchini, disse que os agricultores familiares são classificados em cinco tipos de, variando de acordo com a renda dos assentados da reforma agrária, agricultores de renda que vão até 60 mil reais. Tem ainda critério de área e também critério de mão de obra, que têm direito de ter até dois empregados permanentes.

Bianchini disse que todos os assentados têm direito ao crédito de R$ 13,5 mil para a fase inicial de investimentos, mas na agricultora familiar o governo ainda não conseguiu atingir a totalidade dos agricultores. Segundo Bianchini, em todo o Brasil são 4 milhões de agricultores familiares, número bastante alto. Já são 1,4 milhão de contratos e pretende-se chegar neste ano a 1,8 milhão de contratos para atingir novas famílias.

O secretário afirmou que nos assentamentos são 400 mil famílias e se espera que todas sejam atendidas, já que crédito inicial é fundamental para que elas possam se estruturar.

Os repasses são, principalmente, de bancos públicos como o Banco do Brasil e cooperativas de crédito, que segundo o entrevistado, têm sido parceiros importantes. Atualmente, contato também com bancos privados para que tenham melhor participação.

Créditos

Os juros para crédito agrícola variam em cinco categorias por critério de renda. Nos assentamentos, os juros são de 1% com subsídio de 50% de rebate ao longo do pagamento. Os agricultores mais pobres, com renda abaixo de R$ 2 mil, os subsídios são de 25% e os juros de 1%. Para os agricultores em transição têm rebate de R$ 200 no custeio e R$ 700 no investimento, com juros de 4%. O grupo D em que a renda vai até R$ 40 mil tem juro de 4%. Já para os agricultores familiares mais tecnificados, com renda renda superior a R$ 60 mil, os juros são de 7,25%.
 
Bom Dia MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
100 ANUNCIOS
Covid-19: Bolsonaro ordenou atrasar boletins para não passar em telejornais
AUXILIO EMERGENCIAL
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude
3º EM NÚMERO DE VÍTIMAS
Com recordes seguidos, Brasil passa dos 34 mil mortos por coronavirus
COVID-19
Micro e pequenas empresas terão acesso a crédito facilitado
VÍDEO - CAPIVARA BOA DE MERGULHO
Capivara boa de mergulho é flagrada em rio de MS, assista
CASO DE POLÍCIA
Patroa é presa sob suspeita de homicídio culposo após filho de empregada cair do 9º andar
LUTA PELA VIDA
Cantora gospel que morreu por coronavírus, fez vaquinha para pagar tratamento
ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
BOA NOTICIA
Auxílio emergencial deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300