Menu
SADER_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

Agricultura familiar tem R$ 1 milhão para infra-estrutura

4 Ago 2004 - 10h48
Os novos “territórios” para Mato Grosso do Sul destinados a receber verbas e concentrar as ações do Governo Federal para a Agricultura Familiar, vão receber R$ 1 milhão para infra-estrutura neste ano. No Estado foram definidos três “territórios”: Região da Grande Dourados formada por 11 municípios, o Cone-Sul com mais 8 municípios e o terceiro é formado por uma área de Reforma Agrária na Região de Nioaque.

Essa informação foi transmitida pela gerente da Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT) do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) para o Desenvolvimento Territorial em Mato Grosso do Sul, Rosângela Barros, durante o 2º Seminário “A Embrapa Agropecuária Oeste e os Movimentos Sociais: Fortalecendo a Agricultura Familiar", que aconteceu na Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados, empresa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Ela disse que essa nova concepção de trabalho é uma orientação do governo federal através do MDA, vem sendo aplicada desde o ano passado e que para conseguir resultados mais efetivos, com a participação dos agricultores familiares, serão otimizados os recursos, respeitando-se as demandas e realidades regionais.

Comentou que antes a verba destinada para a agricultura familiar ia para a Prefeitura e agora estão sendo definidas linhas metodológicas que identificam as prioridades por território. “Antes a mesma política adotada no Rio Grande do Sul valia para o Rio Grande do Norte, e nós sabemos que não deve ser assim”. Agora as ações e os projetos são discutidos e definidos no território de forma participativa.

Os critérios para aplicação dos recursos são diferenciados, cinco deles pelo menos, e respeitam as demandas e identidades regionais. “Isso vai centralizar os recursos e causar melhor impacto econômico, ambiental e social”, comentou a gerente. Além disso, a proposta é continuar incentivando os programas que vêm dando certo, “não é porque mudou o governo que deve mudar a aplicação dos recursos ou os projetos, desde que os mesmos sejam considerados como prioritários para a Agricultura Familiar”, explicou.

A verba de R$ 1 milhão para os novos “territórios” é destinada à viabilização, aquisição de equipamentos, máquinas, enfim em infra-estrutura que venha contribuir com o desenvolvimento territorial.

 

 

MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente