Menu
SADER_FULL
terça, 18 de maio de 2021
Busca
Brasil

Agentes faz Blitz Educativa contra a AIDS em F. do Sul

1 Dez 2004 - 11h05

A Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com a Coordenação Municipal de DST/AIDS de Fátima do Sul, esteve realizando uma blitz educativa na Praça Getulio Vargas de Fátima do Sul, contanto com todo o apoio da Policia Militar para ocasionar a blitz.

Estão participando a Enfermeira Tatiana, Rosa, Ivone, Valdirene, Rosangela e a Psicóloga Miriam.

A Psicóloga Miriam destaca que "No mundo todo, pessoas participam das celebrações e campanhas são feitas no dia 1º de dezembro, Dia da Luta Contra Aids, e Fátima do Sul não é diferente, estamos fazendo esse trabalho de conscientização e de prevenção da doença". Enfatizou Miriam.

Mais de duas décadas depois do início da epidemia de aids, os brasileiros conhecem bem a doença. Uma pesquisa divulgada no dia 23 de novembro pelo Ministério da Saúde mostra que 91% das pessoas sabem que a relação sexual é uma das formas de transmissão do HIV e 94% têm conhecimento de que o preservativo é um dos meios de prevenção. Mesmo assim, uma parcela considerável da população continua mantendo comportamentos de risco.
 
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NO HARAS
Vaqueiro morre ao ser arrastado por boi durante vaquejada, em Paranatama; veja vídeo
Foto: Divulgação/Instagram LUTO NA MÚSICA
MC Kevin morre aos 23 anos no Rio de Janeiro
SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho