Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 18 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Adolescente é apreendido depois de furtar R$ 10 mil em mercadorias

31 Mai 2011 - 10h32Por Campo Grande News

Um adolescente de 17 anos foi flagrado por policiais militares do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar) depois de furtar cerca de R$ 10 mil em mercadorias de uma loja na madruga de hoje, no centro de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Militar, a guarnição estava em rondas quando, próximo da antiga rodoviária, foi abordada por um guarda que contou ter visto um homem passar com uma sacola e um monitor nas mãos. De posse das características do rapaz, os PMs passaram a fazer diligências nas proximidades para localizá-lo.

O adolescente foi abordado e com ele encontradas jóias, relógios, óculos e um televisor de LCD.

O garoto afirmou ter furtado os objetos de uma loja localizada na rua Pedro Celestino. Ele arrombou uma porta de blindex da joalheria, furtou e fugiu a pé.

O rapaz de 17 anos acabou apreendido e encaminhado para a Depac do Centro para registro de ocorrência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS