Menu
SADER_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Adiada a produção de goiaba em Naviraí

6 Jul 2006 - 14h30
O cultivo da goiaba em quatro municípios da região sul do Estado foi iniciado com o plantio em apenas 17 dos 40 hectares pretendidos pelos quatro municípios que participariam de um consórcio com a indústria Unifrutas, de Mirandópolis-SP. Os assentados da gleba juncal, em Naviraí e de os pequenos produtores de Angélica continuarão fora da atividade, na qual ingressaram agricultores de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul.
No Idaterra de Naviraí, o gerente do escritório local, Carlos Roberto Félix, disse que havia pelo menos 20 produtores dispostos a fazer o plantio de goiaba em Navirai, apesar de que o Banco do Brasil tivesse aberto uma linha de crédito especial. “O problema é que o enquadramento deles, de acordo com o plano safra do Pronaf, não permitia endividamento acima do teto de R4 30 mil, e a maioria dos convidados para aderir à produção, tinham assumidos compromissos anteriores”, explicou. O adiamento é de no mínimo um ano.
De acordo com o coordenar regional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Jair dos Santos, em Novo Horizonte do Sul, houve a adesão de dois produtores, que cultivaram uma área de sete hectares, que começará a produzir os frutos da variedade Novo Milenium, “conforme previsão dos técnicos agrícolas, a partir do final de 2007”.
Em Ivinhema, a cultura da goiaba está sendo implantada a partir do plantio já feito de 1,3 mil pés e estão sendo plantados mais 1,5 mil pés, perfazendo um total de 2,8 mil pés. O IBGE esclarece que a colheita só deve ser iniciada com previsão para o final de 2007, com 280 pés por hectare, o que indica que a produção deverá acontecer em dez hectares. O IBGE não recebeu a informação de quantos frutos poderão ser colhidos por pé ou por hectare.
De acordo com o engenheiro-agrônomo. Ronaldo Botelho, “o projeto deverá ser desenvolvida de forma integrada e é viável”. Ele lamenta que não tenha sido possível a participação dos produtores do assentamento Juncal no projeto e afirma que torce para que haja condições de adesão nos próximos anos. “eles, os assentados, podem plantar goiaba, mas também a outras opções de diversificação na fruticultura, como é o caso do abacaxi”.
A Prefeitura deve manter a proposta para o ano de 2007, com o envolvimento do município, para auxiliar no preparo do solo. o Banco do Brasil libera recursos para o investimentos em aquisição das mudas e equipamentos necessários para o desenvolvimento da atividade. Os produtores ficam responsáveis pelo cultivo e colheita das frutas e, o Idaterra presta a assistência técnica necessária. O projeto também garante a aquisição dos produtos pela Unifrutas (Mirandópolis-SP), que propõe o fornecimento das mudas de qualidade e também a compra da produção.
O projeto de fruticultura a ser desenvolvido em municípios do Cone Sul e Vale do Ivinhema pode garantir renda de até R$ 2 mil aos pequenos produtores interessados no plantio de goiaba. Segundo o prefeito de Ivinhema, Renato Câmara o projeto é o caminho mais curto e rápido para os pequenos produtores buscarem a capitalização de suas propriedades. Durante o desenvolvimento do projeto os produtores poderão plantar outras variedades de frutas.
 
Sul News

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS