Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
Brasil

ACM diz não levar a sério pedido de expulsão do PFL

14 Set 2004 - 17h42
O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) recebeu com descaso e ironia a notícia de que foi pedida abertura de processo contra ele à presidência do PFL, pelo deputado Onyx Lorenzoni (PFL-RS), cobrando sua expulsão da legenda.

"Não sei se vou apresentar defesa. Não estou levando este assunto a sério", disse ACM.

Sobre o congressista gaúcho que apresentou a queixa contra ele, ACM foi ainda mais irônico. "Não conheço bem quem pediu minha expulsão. Sei que é um candidato que não está bem nas pesquisas [à Prefeitura de Porto Alegre] e que certa feita me ofereceu aqui uma lingüiça especial de sua terra. É o único conhecimento que tenho do deputado, qual é o nome mesmo? Onyx Lorenzoni", disse.

ACM afirma que não infringiu nenhuma regra partidária ao participar do jantar promovido ontem pelo presidente Lula com ministros e senadores de oposição e debochou das críticas feitas ao evento.

"Acho que uma pessoa janta onde quer, na casa de quem quer. Isto tem sido feito por todos os parlamentares, incluindo o líder do meu partido, senador José Agripino (RN), que janta com ministros."

ACM afirmou ainda que "não fiz nada além do que outras lideranças do PFL e de outros partidos fazem. Isto é coisa normal. Aqueles que não estão habituados com a vida democrática, principalmente os perdedores que não entendem o que os vitoriosos fazem".

Ele negou que esteja "cooptando" parlamentares para o governo. "Não sou homem de cooptar nem de ser cooptado", disse.

O senador afirmou que sua intenção era de apenas "acabar com a radicalização, tanto do governo quanto do PFL" e garantiu que não tem intenção de deixar a legenda. Segundo ele, apesar de não poder falar em nome de todos os presentes no jantar de ontem, os senadores que estiveram no encontro estão, de modo geral, insatisfeitos com o fato de estarem na oposição.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo
VIOLAÇÃO
Vereador abre caixão para provar que idoso não morreu de covid; assista