Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 27 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Abastecer com ácool não é vantajoso no Mato Grosso do Sul

10 Jan 2011 - 16h14Por

Os preços de etanol apenas seguem competitivos nos postos de combustíveis de quatro estados brasileiros em relação à gasolina, de acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE-Taxas, referentes à semana terminada em 08 de janeiro de 2011.

Atualmente, o etanol está competitivo nos estados de Goiás, Mato Grosso, São Paulo e Tocantins. Nos estados de Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraná e Pernambuco é indiferente a utilização de álcool ou gasolina no tanque. Em 18 estados e no Distrito Federal, a gasolina está competitiva no bolso no consumidor.

No Estado de São Paulo, que concentra quase 60% do consumo de etanol, o combustível renovável apresenta a quarta maior competitividade do Brasil, de acordo com os preços compilados pela ANP, perdendo apenas para Goiás, Mato Grosso e Tocantins.

De acordo com a Agência Estado, considerando o preço médio da gasolina de R$ 2,50 por litro no Estado de São Paulo, o etanol hidratado é competitivo na região até R$ 1,75 e, na média da ANP, o preço em São Paulo ficou em R$ 1,73 por litro, 1,14% abaixo do ponto de equilíbrio entre gasolina e etanol.

A vantagem do etanol é calculada considerando que o poder calorífico do motor a álcool é de 70% do poder nos motores à gasolina. No cálculo, são utilizados valores médios coletados em postos em todos os estados e no Distrito Federal.

Segundo o levantamento, em São Paulo, o preço do etanol está em 69,20% do preço da gasolina (até 70% o etanol é competitivo). Em Goiás, a relação é de 63,23%, em Mato Grosso de 66,36% e no Tocantins de 68,85%. A gasolina está mais vantajosa principalmente no Roraima (preço do etanol é 82,52% do valor da gasolina) e no Rio Grande do Sul (+81,48%).

Preços nos postos subiram

De acordo com os dados da ANP, os preços do etanol hidratado praticados nos postos brasileiros subiram em 17 estados e caíram em seis: Acre, Amapá, Espírito Santo, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. No Pará, Rondônia, Tocantins e no Distrito Federal, os preços permaneceram estáveis.

A maior alta foi registrada em São Paulo, de 1,7%, seguido pela Bahia, com 1,18%. A maior queda foi verificada no Sergipe, de 1,55%.

Na média do Brasil, o preço do etanol ficou em R$ 1,848 na semana, ante R$ 1,827 registrada na semana anterior. Em relação à média do preço da gasolina no País, que foi de R$ 2,603 por litro, o preço do etanol é competitivo até R$ 1,8221 por litro, o que confere maior competitividade à gasolina.

No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1,399 por litro no Estado de São Paulo. O preço máximo foi de R$ 2,79 por litro registrado no Acre. Na média de preços, o menor preço médio foi o de Goiás, a R$ 1,687 por litro e o maior preço médio foi registrado no Acre, a R$ 2,36 por litro.

Leia Também

DESASTRE AÉREO
Diretor da UPA que sofreu acidente aéreo no Pantanal morre em hospital
COVID-19
Covid-19: Brasil tem 15,7 mil novos casos e 537 mortes em 24 horas
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
PAN AMERICANO JUNIOR
Atleta de MS carregará as cores do Brasil no vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos Júnior
LIÇÕES DA BÍBLIA
Prefácio de Deuteronômio
ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"