Menu
SADER_FULL
sexta, 5 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

40% dos brasileiros estão excluídos dos bancos, aponta Ipea

12 Jan 2011 - 05h20Por Folha.com

Mesmo com o crescimento da bancarização no país, cerca de 40% da população brasileira ainda não possui conta em banco. É o que aponta estudo divulgado nesta terça-feira pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). Entre as regiões, a Nordeste aparece com o maior índice de exclusão --mais de metade (52,6%) dos habitantes não têm conta.

Na região Norte, o índice também é alto e chega a 50%. Nas regiões mais desenvolvidas economicamente, mais de 60% de sua população foi incluída no sistema bancário --no Sudeste, o percentual é de 65,9%.

Mesmo assim, a maior parte dos que apontaram não possuir conta no país, não mostraram vontade de ser incluídos no sistema bancário: apenas 40,3% afirmaram que gostariam de ser correntistas. Além disso, o percentual de pessoas que acredita ter o perfil necessário e procurado pelos bancos é ainda menor, de 26,6%.

O Ipea chama a atenção para a parcela de excluídos do sistema, afirmando que este é um "estrato da população de baixa renda e de pouca escolaridade, mas que representa uma importante parcela e que vem sendo absorvida pelo mercado de trabalho, estimulada pelo crescimento econômico."

Apesar disso, afirma o Instituto, é necessário criar produtos e serviços específicos para esta população, "de modo a incorporá-la ao sistema bancário e socializar o acesso a esse serviço público."

Questionados sobre a principal função de um banco, 62,1% dos entrevistados citaram a movimentação da conta bancária (todos os tipos, inclusive a guarda do dinheiro).

ESCOLHA

Entre todas as regiões, o principal motivo apontado pelos entrevistados para a escolha do banco em que tem conta foi a empresa onde trabalha. Em todo o país, 35,3% das pessoas afirmaram que a companhia foi quem definiu o banco --o maior percentual foi registrado no Sudeste, com 39,2%.

Excluindo essa opção, a motivação para a escolha do banco tem características regionais bem definidas. A tradição no relacionamento com o banco (pessoal ou familiar) tem muita relevância na Região Sul, enquanto a confiança no banco foi apontada como fator decisivo para a escolha nas regiões menos desenvolvidas economicamente (Norte, Nordeste e Centro-Oeste).

Além disso, a localização do banco tem peso destacado como fator decisivo de escolha na Região Sudeste e a falta de alternativas, na Região Norte.

SEGURANÇA

A pesquisa mostra ainda que 78,2% dos brasileiros que têm conta em banco estão muito satisfeitos ou satisfeitos com a segurança oferecida pelos bancos em suas agências. A parcela de muito insatisfeitos ou insatisfeitos, por outro lado, ficou em 13,7%.

A Região Sul é aquela em que há mais pessoas satisfeitas ou muito satisfeitas com a segurança na realização das operações, com 84,7%, enquanto o Nordeste
apresenta o índice mais baixo entre todas as regiões: 69,8%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
BOA NOTICIA
Governo zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha
RIGOR DA LEI
Cidade vai multar em até R$ 60 mil quem descumprir decreto de combate ao Covid-19