Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de outubro de 2021
Busca
Brasil

18 Estados pagam pensões vitalícias a ex-governadores

22 Dez 2006 - 09h41

O pagamento de uma pensão mensal e vitalícia para um ex-governador – medida aprovada anteontem pela Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul para beneficiar o governador Zeca do PT - não é exclusivo do Estado. Levantamento publicado na edição de hoje do jornal Folha de S. Paulo mostra que em outros 17 Estados há ex-governadores que recebem a pensão, enquanto em outros dois há viúvas beneficiadas, sendo que em um ex-governadores recebiam, mas a Justiça suspendeu a pensão de todos.

Apenas em cinco Estados os chefes do Executivo jamais receberam a pensão, sendo que a reportagem não conseguiu confirmar se há ou não recebimento do benefício em Sergipe e no Pará. Atualmente, a lei é válida em 11 Estados (AC, AM, CE, MA, MG, MS, PB, PR, RO, RS e SC) e em outros sete (AL, BA, MT, PE, PI, RJ e RN) ela foi revogada, mas os que foram beneficiados até a data da reforma continuam ganhando.

Em Goiás, após a derrubada da lei, os seis ex-governadores que eram contemplados pararam de ganhar a pensão. O Estado recordista é a Paraíba, onde 17 ex-governadores e viúvas recebem a pensão, enquanto o Amazonas detém o teto: R$ 22,2 mil. Minas Gerais tem a menor pensão (R$ 5.200).

Ao menos 103 ex-governadores e viúvas recebem a pensão hoje, o que representa um gasto total de R$ 1,5 milhão por mês, ou R$ 18 milhões por ano, aos cofres públicos. Há casos curiosos, como o do ex-governador Pedro Pedrossian, que recebe a pensão tanto de Mato Grosso como de Mato Grosso do Sul, os dois Estados em que foi conduzido ao cargo. Com 78 anos, o também ex-senador ganha quase R$ 36 mil, somadas as duas pensões.

A situação é parecida com a da companheira do ex-governador Leonel Brizola. Após a morte do político, ela acumulou as pensões a que ele tinha direito no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul. No Maranhão, o atual governador José Reinaldo Tavares (PSB), reeleito em 2002, iniciou seu mandato ganhando a pensão e o salário de chefe do Executivo ao mesmo tempo.

Por causa disso, a deputada estadual Helena Heluy (PT) entrou com uma ação contra Tavares. Em julho de 2003, o juiz determinou que o governador abrisse mão de um dos dois vencimentos. Como na época a pensão mensal equivalia a quase o dobro do salário de governador, Tavares preferiu continuar ganhando a pensão. Sua assessoria disse que ele ganhou dobrado no começo de 2003 porque houve um "erro técnico".

Em janeiro, quando deixará o cargo, Tavares terá governado quatro anos sendo pago com uma pensão -que foi ganha após ele ter ficado nove meses no cargo em 2002, em razão da renúncia de Roseana Sarney, de quem era vice. A remuneração será mantida. Na maioria dos Estados, no entanto, essa prática é vedada.

Segundo a Constituição do Amazonas, se o beneficiado vier a exercer cargo de senador, deputado federal, governador, vice-governador, secretário de Estado ou prefeito, ficará suspenso o pagamento da representação, restabelecendo-se quando cessar a função. Os textos ainda dizem que apenas quem assumir o cargo em caráter permanente têm direito ao benefício.

Alguns dos atuais governadores já declararam não ter interesse em receber a pensão. Blairo Maggi (PPS-MT) é um deles. Foi ele que acabou com a lei em seu Estado, em 2003. A aprovação da pensão mensal e vitalícia pela Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul atendeu a pedido do governador Zeca do PT. Ele deixará o cargo em janeiro, depois de oito anos no poder, e ficará sem mandato eletivo. Mas, pela decisão da Assembléia Legislativa, continuará recebendo R$ 22,1 mil por mês, o seu atual salário.

 

 

 

 

Mídia Max

Leia Também

BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'
NAUFRÁGIO
Barco naufraga e duas pessoas desaparecem; buscas continuam nesta segunda (11)
FOTO: REDES SOCIAIS DESCARGA FATAL
Jovem morre ao desligar geladeira da tomada após queda de raio