Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Coronel Sapucaia

Menino que sofria com bolhas pelo corpo está bem, e vivendo em nova casa

A residência foi doada por produtores rurais do município

20 Set 2013 - 09h23Por Dourados News
Um começo de final feliz ao caso noticiado pelo Dourados News  no dia 4 deste mês. O menino Sergio, de 4 anos, que sofre de pênfigo foliáceo (doença conhecida popularmente como ‘fogo selvagem’) e foi encontrado por voluntários de um lar beneficente vivendo em condições precárias em um barraco de lona, e com estado de saúde bastante debilitado, hoje está vivendo em uma casa com a família em Coronel Sapucaia.
 
A residência foi doada por produtores rurais do município, que se comoveram com a história do menino e resolveram ajudar ele e a família, assim como várias outras pessoas que fizeram e continuam realizando doações para eles, que são indígenas refugiados do Paraguai.
 
“Ficamos muito felizes de dar uma vida mais digna a essa família, de termos conseguido ajuda para que o menino fosse tratado adequadamente. E nada disso teria sido possível sem a repercussão do caso e, principalmente, a solidariedade de pessoas de várias cidades e Estados que acabaram sabendo da história e resolveram ajudar”, diz o diretor do Lar Beneficente Cristo Redentor, Aristides Montania.
 
A casa onde Serginho está vivendo com a mãe, o pai e o irmão de cinco meses de idade foi mobiliada por meio de doações. A família está vivendo com alimentos, roupas, luz e água que também são fruto de doações, já que por conta da falta de documentos de identidade, os pais estão impedidos de buscar emprego formal.
 
“Vamos tentar junto à Polícia Federal de Ponta Porã a regularização deles, e também que eles façam documentos, porque eles não tem nenhum, nem paraguaios. E até isso acontecer o pai está fazendo uns ‘bicos’ para ganhar algum dinheiro e estamos também recolhendo doações”, explicou Montania.
 
Com relação ao tratamento para o pênfigo foliáceo, o menino segue sendo acompanhado por um médico dermatologista de uma clínica particular de Dourados, e está tomando remédios controlados.
 
Serginho em seu quarto na casa que foi doada por produtores rurais do município de Coronel Sapucaia - Foto: Divulgação
Serginho em seu quarto na casa que foi doada por produtores rurais do município de Coronel Sapucaia - Foto: Divulgação
“Ele vai seguir com esse tratamento, já está tomando os remédios e a pele dele, que estava praticamente em carne viva, hoje já está muito melhor”, finalizou Montania.
 
Doações
 
Para ajudar a família do menino Sérgio com doações de alimentos, roupas, e outros, basta entrar em contato com Aristides Montania, por meio dos telefones telefones (67) 99529070 / 99494019.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAUDE EM ALERTA
Risco de surto para dengue, zika e chikungunya atinge 39 municípios de MS
PERDIDO
De cueca e rodeado de jacarés, homem é resgatado de riacho com sinais de hipotermia em Corumbá
SOLIDARIEDADE
Mãe de Luiz Cláudio pede ajuda para bazar solidário
ÓRGÃOS SERÃO DOADOS DE CRIANÇA
Criança que morreu atropelada por motorista sem CNH tem órgãos doados e vai salvar vidas
HOSPITAL DA VIDA
Hospital de Dourados é selecionado entre 12 no país para projeto do Ministério da Saúde
FAUNA
Foca rara é socorrida após apresentar enguia presa em narina
FÁTIMA DO SUL - DOAÇÕES PARA APAE
APAE recebe doação de veículo 0Km Renault tipo microônibus em Fátima do Sul
FAMOSIDADES
Michele Bolsonaro passa por tratamento na pele um mês antes da posse presidencial
DOURADOS - SOS SAUDE
Além do cenário de abandono, servidores do PAM dizem pagar café, gás e até internet do próprio bolso
INVESTIMENTO NA SAUDE
Governo do Estado realiza mutirão de 2,5 mil cirurgias no Hospital do Câncer