Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
FATALIDADE

Jovem de 23 anos morre após tomar remédio para emagrecer

Jovem de 23 anos morre após tomar remédio para emagrecer

6 Nov 2018 - 17h35Por MÍDIA MAX

Luana Eufrásio, de 23 anos, morreu no último fim de semana na cidade de São João da Varjota, no Piauí. Ela sofreu uma parada cardiorrespiratória, supostamente após ingerir um remédio para emagrecer.

A jovem chegou a ser socorrida e encaminhada para UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas não resistiu. Segundo o portal O Dia, a jovem era estudante de administração e fazia uso de um medicamento para redução do apetite. Os familiares suspeitam de que o medicamento tenha contribuído para a morte.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, a causa da morte no atestado de óbito é de parada cardiorrespiratória, mas com as suspeitas a família pode procurar o Serviço de Verificação de óbito Estadual e solicitar uma investigação.Luana faleceu no último fim de semana (Foto:Reprodução/Facebook)

Deixe seu Comentário

Leia Também

RARIDADE
Luana pode ser a primeira brasileira com Síndrome de Down a colar grau em Fisioterapia
AÇÃO PRO YURI
Menino de dois anos precisa de R$ 300 mil para transplante de medula óssea
DOE 5 ML DE AMOR
Trote do Bem aumenta o número de doadores voluntários de medula óssea
TRISTE NOTÍCIA NO MS
Universitária é encontrada morta no portão da casa e comove cidade de MS
IVINHEMA - FUTSHOW 25 ANOS
IVINHEMA: Futshow completa 25 anos e entrega novas camisas, Confira algumas fotos
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
FALTA TUDO
Escassez no HRMS da capital atinge medicamentos e até carne para alimentar pacientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
DEODÁPOLIS - AÇÃO DA FORÇA TÁTICA
Força Tática apreende 537 quilos de cocaína avaliado em R$ 20 milhões em Deodápolis