MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 13 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
12 de Agosto de 2017 07h05

Dia dos Pais: Jovem de Nova Andradina luta para dar vida digna ao filho que nasceu com doença rara

Ao lado da esposa, Thiago Pedro, de 26 anos, diz que, apesar das lutas e dificuldades, ser pai é uma grande bênção em sua vida

Nova News

Neste final de semana em que se comemora o Dia dos Pais, uma história comovente de luta e superação chama a atenção. Trata-se do dia a dia de um jovem pai, de 26 anos, Thiago Pedro de Jesus Calonga, que, ao lado da esposa, Alessandra Cristina da Silva Barbosa, de 23, anos, luta para dar uma vida digna ao filho, Heitor Cássio Calonga, de seis meses, que nasceu com má formação e diversas complicações clínicas.

A família, residente na cidade de Nova Andradina, contou ao Nova News um pouco do drama que enfrenta para dar o melhor suporte possível à criança que nasceu com má formação nos membros superiores e inferiores, deformações na coluna vertebral, problemas no coração e nos pulmões. Nas palavras do pai, ainda não há um diagnóstico exato sobre o quadro clínico de Heitor, mas, segundo ele, os médicos sinalizam para a chamada "Síndrome de Miller-Dieker".

 
Cb image default
 

Jovem pai, de 26 anos, tem como principal objetivo ver seu filho bem e o mais saudável possível - Imagem: Acácio Gomes / Nova News

 

Devido às complicações inerentes da enfermidade, Heitor Cássio passa o tempo todo ligado a dois aparelhos, que são o concentrador de oxigênio e o oxímetro. Os equipamentos auxiliam na respiração da criança 24 horas e jamais podem ser desligados. Além disso, o bebê necessita de sete medicamentos de uso contínuo e dois tipos de leites especiais, o que pesa no orçamento da pequena família.

Thiago relata que sempre teve o sonho de ser pai e que, apesar das complicações clínicas da criança, ele se considera um vencedor por ter o filho ao seu lado. “A luta não é fácil, mas vale a pena. Quando olho para meu filho e ele sorri para mim, me sinto abençoado por Deus. Ser pai é uma das melhores coisas que já me aconteceram”, revela.

O jovem pai trabalha durante a noite em uma usina da região enquanto a esposa, Alessandra, com quem vive há nove anos, cuida da criança, que necessita de atenção especial. Durante o dia, Thiago descansa um pouco e também ajuda a cuidar de Heitor, para que a mãe do garoto possa descansar e realizar os afazeres da casa.

 
Cb image default
 

Heitor tem má formação nas mãos e pés, deformação na coluna e complicações nos pulmões e coração - Imagem: Acácio Gomes/Nova News

 

Com apenas o salário oriundo de seu trabalho, aluguel para pagar, cerca de R$ 500 por mês de despesa com os medicamentos e leites da criança, outros gastos como alimentação, água e luz, por exemplo, a família sobrevive em uma situação delicada. Thiago afirma que uma grande ajuda é o plano de saúde da usina, que cobre algumas despesas referentes ao tratamento de Heitor, que precisa constantemente viajar para passar por médicos especialistas em outros centros como Campo Grande, Naviraí e até mesmo no Estado de São Paulo. Ele diz que a solidariedade de amigos e vizinhos também é muito importante.

Questionado sobre seu maior desejo neste Dia dos Pais, o jovem Thiago Pedro disse que daria tudo para ver seu filho bem. “Meu grande sonho é poder fazer com que meu filho fique cada vez melhor. Quero poder fornecer o necessário para que ele viva feliz e cada vez com mais saúde”, explicou, ao dizer que ser pai é a realização de um sonho.

Nosso personagem se emociona ao falar do Dia dos Pais, em decorrência de um episódio ocorrido em 2013, quando seu primeiro filho faleceu quatro dias após o nascimento. Naquela ocasião, explica Alessandra, todos os exames do pré-natal apontavam para uma gestação tranquila, no entanto, no momento do parto, os médicos constataram que o pequeno Vitor havia nascido com quadro grave de má formação. A criança foi hospitalizada, mas não resistiu.

Já com relação à gestação de Heitor Cássio, tanto Thiago quanto Alessandra haviam recebido o diagnóstico prévio de que criança nasceria com quadro de má formação, no entanto, o amor e a vontade serem pai e mãe fizeram com que a gestação fosse levada até o fim. “Nosso filho é um presente de Deus. Meu filho e minha esposa são tudo para mim. O homem foi feito para ter família e a minha é maravilhosa”, afirma o jovem.

 
Cb image default
 

Ao lado da esposa, Alessandra, o papai Thiago luta para oferecer toda a assistência necessária ao filho - Imagem: Acácio Gomes/Nova News

 

No caso de Heitor, como ainda não há um diagnóstico oficial, os médicos não fizeram previsões sobre como possa ser a vida futura dele, por exemplo, como ele se desenvolverá diante do quadro de má formação e se ele poderá ou não, um dia, levar uma vida mais próxima possível do que seria considerado “normal”, no entanto, Thiago e Alessandra afirmam que ele reage bem aos tratamentos.

“A cada semana que passa percebemos que ele está melhor. Temos consciência de que a luta será longa, mas quem luta com amor e com fé vence sempre”, diz Thiago, ao afirmar que apesar das dificuldades, tem sim, motivos para comemorar o Dia dos Pais. “Ás vezes chego cansado do trabalho, abatido pelas correrias do dia a dia, mas basta um olhar e o um sorriso do meu filho para fazer com que eu tenha minhas forças renovadas. Ser pai é uma bênção de Deus”, pontua Thiago, que aproveitou a oportunidade para deixar uma mensagem a todos os pais e filhos. “Se amem, se valorizem e cuidem bem uns dos outros”.

Solidariedade

Como já foi explicado, a situação financeira da família é delicada e, devido às despesas com medicamentos, leites especiais, aluguel e alimentação, acabam faltando recursos para outras necessidades. Quem puder colaborar com esta família, pode entrar em contato com Thiago ou Alessandra pelo telefone (67) 9 9831-4192, ou pessoalmente, na residência da família, que fica na Rua Mário Lopes Beiro, 1570, Bairro Centro Educacional. Há também a opção de depósito bancário que pode ser efetuado na conta poupança 01300012572-2, agência 0788, Caixa Econômica Federal, em nome de Alessandra Cristina da Silva Barbosa.

 

 

 

“Precisamos da solidariedade das pessoas sim, mas também necessitamos de atenção, pois, como nos concentramos exclusivamente em cuidar do nosso filho, eu a minha esposa não saímos, acabamos não tendo muito contato com outras pessoas. Quem quiser nos fazer uma visita será bem vindo. Se vier de mãos vazias não tem problema, uma boa conversa, uma oração, um tereré que alguém vier tomar com a gente já será uma ajuda valiosa”, finaliza o jovem papai Thiago.

Imagens: Acácio Gomes/Nova News

Comentários
Veja Também
ÓTICA_DOURADOS
pupa
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
LÉO_GÁS_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.