Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 27 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
VACINAÇÃO LIBERADA

Campanha termina hoje e a vacina será liberada para todos

Grupos de risco têm até esta sexta-feira para garantir a prioridade

31 Mai 2019 - 08h03Por Redação Fatima News

Após 51 dias de sua abertura, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe será encerrada nesta sexta-feira (31) em todo o país, com as doses remanescentes sendo liberadas para toda a população a partir de sábado (1º). O anúncio, que havia sido feito pelo ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde), foi reiterado pela Secretaria de Estado de Saúde.

Até esta sexta, a medicação contra o vírus da Influenza era restrita a grupos prioritários –crianças de 6 meses a menos de 6 anos; pessoas a partir de 60 anos; gestantes; puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias); profissionais de segurança, saúde, educação; povos indígenas; portadores de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico; detentos e adolescentes sob medidas socioeducativas.

“A reserva das vacinas para os grupos de alto risco já foi feita, tudo foi amplamente divulgado. Até o dia 31 de maio estamos em campanha e vocês (grupo de risco) podem se vacinar. Depois disso, a vacina será aberta à população”, destacou Mandetta. A Secretaria Estadual de Saúde adverte, porém, que na nova fase da imunização caberá à população localizar os postos de saúde onde a medicação está disponível –já que, em alguns locais, as mesmas poderão ter sido distribuídas na totalidade.

“Esperamos que aqueles que ainda não se vacinaram procurem as unidades de saúde nessa sexta-feira, já que as doses serão exclusivas aos grupos prioritários até amanhã. Depois disso, os postos onde houver estoque da vacina estarão autorizados a vacinar a população em geral”, disse a superintendente Estadual de Vigilância em saúde, Larissa Domingues Castilho.

COBERTURA

O público-alvo original da campanha de imunização foi de 801.907 pessoas em Mato Grosso do Sul. Até a tarde desta quinta-feira, mais de 610 mil pessoas, ou 76,14% do grupo prioritário, receberam as doses.

Deste total, 211,2 mil pessoas eram idosos, o equivalente a 86,45% do universo. Puérperas (78,49%), professores (77,8%), trabalhadores de saúde (75,26%), indígenas (72,84%) e crianças (71,48%) completam os percentuais.

 

“É de extrema importância que as pessoas tomem a vacina, já que os grupos prioritários são formados por pessoas que tem maior risco de agravamento da doença”, explicou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da SES, Gislaine Coelho Brandão. Os grupos prioritários devem comprovar sua condição mediante apresentação de documentos como holerites ou carteiras funcionais –portadores de doenças crônicas não transmissíveis devem apresentar prescrição médica (aqueles em programas de controle do SUS estão dispensados da comprovação). (Com informações de Campo Grande News).

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Acadêmico de Medicina morre com suspeita de dengue hemorrágica
UNIGRAN DOURADOS
Egressa de Fisioterapia da UNIGRAN conclui doutorado na UFMS
DEPENDÊNCIA QUIMICA
Internação compulsória assusta clientes em padaria chique de Campo Grande e mobiliza polícia
QUADRO ESTÁVEL
Após acidente e cirurgia às pressas, Filho de Huck e Angélica deixa UTI
DOENÇA RARA
'Homem-árvore' quer as mãos amputadas após doença voltar
UNIGRAN DECOR 2019
Bananais e Comitivas: prato típico sul-mato-grossense é tema de aula show na UNIGRAN Decor
DESEQUILIBRIO ECOLÓGICO
Frequentadores do Parque das Nações denunciam infestação de carrapatos
DEODÁPOLIS - LUTO
Deodápolis de luto, morre uma das pioneiras 'dona Glorinha' mãe do Abir do Econômico Supermercados
100 PACIÊNCIA
Nervoso com espera, homem derruba porta de UPA e vai parar em delegacia
FÁTIMA DO SUL - AÇÕES VICENTE PALLOTTI
Vicente Pallotti destaca estudantes nas Olimpíadas de Matemática e visitam Asilo em Fátima do Sul