Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 18 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
CHUVA INTENSA

Fátima do Sul, Caarapó e o Cone Sul estão sob a chuva

Ventanias registradas em Mato Grosso do Sul já estavam previstas e meteorologia já nomeia a estação de “primavera dos ventos”

10 Out 2018 - 08h25Por Campo Grande News

Cidades da região sudoeste de Mato Grosso do Sul e microrregião de Dourados enfrentam inundações e destelhamentos devido às chuvas prolongadas e ventanias intensas. Em Caarapó e Fátima do Sul, por exemplo, a situação é mais grave e famílias estão desalojadas.

Os estragos são piores devido as ventanias que destelham residências. O meteorologista Natálio Abrão pontua que as alterações não param. “Cada vez que mexo no radar saí uma imagem. E outubro eu avisei... primavera dos ventos”, disse.

Em Fátima do Sul, a chuva começou por volta das 3h e até agora não parou. Segundo a meteorologia, 25 minutos do fenômeno foram suficientes para inundar parte da cidade. A quantidade de água somou 27,8 milímetros e os ventos chegaram a 53,5 km/h. Segundo o Corpo de Bombeiros, apesar da intensidade, a equipe não foi acionada para resgate de famílias ou destelhamentos.

Pelo terceiro dia consecutivo, chuva que atinge Caarapó já bateu recorde do previsto para todo o mês. Até ontem, o acumulado somou 137 milímetros e só nesta madrugada choveu mais 32,8 mm. Os ventos chegam aos 54 km/h. Conforme o meteorologista Natálio Abrão, o acumulado chega a 249,8 mm, 85 milímetros a mais do esperado para todo o mês de outubro, quando a previsão era de 164,8 mm. Nesta manhã chove fraco, mas já soma 9,2 mm.

Na segunda-feira (8), o prefeito interino André Nezzi (PDT) pediu a compreensão da população, tendo em vista que a prefeitura deverá realizar serviços de prevenção de inundações na região afetada. “Assim que a chuva der uma trégua, estaremos providenciando os serviços necessários, claro, dentro das nossas possibilidades”, garantiu.

Nezzi esclarece que a solução definitiva para o problema de alagamento virá com a execução de obras de drenagem pluvial na região.

Em Dourados amanheceu com chuvas, mas as quantidades, ainda, são levantadas. Também chove em Juti e em menos de meia hora choveu 38 mm. Os ventos chegam a 50 km/h.

Na cidade de Iguatemi a chuva soma 36,6 mm e as rajadas de ventos chegam a 46 km/h. Em Itaquiraí já são 40 mm em menos de 45 minutos. Neste município, há registro de destelhamentos e os ventos superam os 60 km/h.

Em Ponta Porã, os ventos estão fortes e chegam a 51 km/h. As pancadas de chuva chegam a 18,4 mm. Em Nova Andradina, choveu forte na madrugada e continua nesta manhã, no entanto, o Corpo de Bombeiros não receberam chamadas para atender destelhamentos ou inundações.

Sete Quedas o tempo está nublado, com trovoadas raios e relâmpagos. Os ventos passam dos 45 km/h e a chuva é intensa são 47mm acumulados em pouco mais de uma hora.

Os estragos são piores devido as ventanias que destelham residências. (Foto: Alô Caarapó)Os estragos são piores devido as ventanias que destelham residências (Foto: Alô Caarapó)

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMPRUDÊNCIA NAS ESTRADAS
Vídeo: Leitora flagra caminhão realizando ultrapassagem perigosa entre Ivinhema e Nova Andradina
MARACAJU
Operação judicial de busca, apreensão e prisão, resulta em duas mortes
NOVA ANDRADINA
Mãe pede roupas usadas para bancar tratamento do filho de 7 anos com doença grave
Garota de Programa
Jovem é preso após esfaquear mulher grávida em Nova Alvorada do Sul
MARACAJU
Emoção marca o sepultamento do Policial Militar Juciel Rocha Professor
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Confira as vagas de emprego disponíveis para Nova Andradina e região
ESTUPRO VULNERÁVEL
Menina de 12 anos é raptada e estuprada por idoso de 63 em Ponta Porã
ALERTA
DOF apreende mais de dez mil reais em moedas falsas
MARACAJU
Suspeito de envolvimento em assassinato de Policial troca tiros com Militares e morre
ASSASSINATO
Policial militar é assassinado covardemente na região central de Maracaju