Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 18 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
CORRIDA PRESIDENCIAL

Vox Populi: Haddad é Líder com 22% das intenções de voto.

O candidato petista foi apresentado ao eleitor como sendo o apoiado pelo ex-presidente Lula.

13 Set 2018 - 10h18Por A Postagem

A pesquisa realizada pelo instituto de Vox Populi traz uma novidade em relação aos demais levantamentos, vem com Haddad assumindo a ponta da corrida presidencial, 22% das intenções de votos. O candidato petista foi apresentado ao eleitor como sendo o apoiado pelo ex-presidente Lula. Veja os resultados.

  • Haddad: 22%
  • Bolsonaro: 18%
  • Ciro: 10%
  • Marina 5%
  • Alckmin: 4%
  • Brancos e Nulos: 21%

O Vox realizou diversas simulações de segundo turno. Bolsonaro venceria Alckmin (25% a 18%), empataria tecnicamente com Marina (24% a 26%) e perderia para Ciro (22% a 32%) e Haddad (24% a 36%). O pedetista e o petista vencem os demais. O instituto não fez a simulação de um confronto entre os dois.

O Vox Populi ouviu 2 mil eleitores em 121 municípios entre 7 e 11 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para cima ou para baixo. O índice de confiança chega a 95%.

Um pouco mais da metade dos entrevistados (53%) reconhece Haddad como o candidato do ex-presidente. O petista, confirmado na terça-feira 11 como o cabeça de chapa na coligação com o PCdoB, também é o menos conhecido entre os postulantes a ocupar o Palácio do Planalto: 42% informam saber de quem se trata e outros 37% afirmam conhece-lo só de nome. O petista chega a 31% no Nordeste e tem seu pior desempenho na região Sul (11%), mesmo quando associado ao ex-presidente.

O deputado, internado desde a sexta-feira 7 no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, registra contudo o maior percentual de menções espontâneas (13%), contra 4% de Ciro e Haddad, 3% de Marina e 2% de Alckmin.

O fato de as citações espontâneas se aproximarem da porcentagem registrada por Bolsonaro nas respostas estimuladas demonstra, ao mesmo tempo, um teto do candidato do PSL e uma resiliência que tende a leva-lo à próxima fase da disputa presidencial.

O Vox realizou diversas simulações de segundo turno. Bolsonaro venceria Alckmin (25% a 18%), empataria tecnicamente com Marina (24% a 26%) e perderia para Ciro (22% a 32%) e Haddad (24% a 36%). O pedetista e o petista vencem os demais. O instituto não fez a simulação de um confronto entre os dois.

Por fim, a pesquisa mediu a percepção dos eleitores em relação ao ataque a Bolsonaro ocorrido em Juiz de Fora em 6 de setembro. A maioria absoluta, 64%, associa a facada a um ato solitário de um indivíduo desequilibrado, "com problemas mentais". Outros 35% acreditam tratar-se de um atentado organizado e planejado, com fins políticos.

A maior parte dos entrevistados (49% contra 33%) não crê que o episódio possa influenciar a decisão de voto dos brasileiros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
AÇÕES DEPUTADO BARBOSINHA
Barbosinha solicita ponte de concreto na Avenida Dinamarca em Campo Grande
VICENTINA - EDUCAÇÃO
VICENTINA: Escola Estadual São José embarca em mais uma Viagem de Conhecimento no Paraná
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
DEODÁPOLIS - HOMENAGEM MERECIDA
Márcio Teles destaca mais de 40 anos de serviços prestados e homenageia Dr. Ferreira em Deodápolis
NOVIDADES PARA O 2º MANDATO
Pedro Chaves terá cargo no segundo mandato de Azambuja
GOVERNADOR EM BRASÍLIA
Em Brasília, proposta de Reinaldo Azambuja pode viabilizar retomada de investimentos na BR-163
DEODÁPOLIS - NOVA SECRETÁRIA
DEODÁPOLIS: Ex-secretária de saúde de Ivinhema assume secretaria de administração e finanças
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Em reunião com futura ministra, Governador garante recuperação da Malha Oeste
DOURADOS - IRREGULARIDADES
DOURADOS: MP transforma em Inquérito Civil ações que apura contratações irregulares na Educação