Menu
CÂMARA BONITO OUTUBRO 2019
segunda, 14 de outubro de 2019
SADER_FULL
Busca
DENTAL ART
Brasil

Supremo vai decidir se Tiririca deve passar por perícia para provar que sabe ler e escrever

8 Out 2013 - 18h05Por R7

O STF (Supremo Tribunal Federal) deve julgar, nesta quinta-feira (10), o deputado federal Tiririca (PR-SP), que responde pela acusação de falsidade ideológica. O Ministério Público Eleitoral de São Paulo acusa o parlamentar de ter fraudado o pedido de registro de candidatura, em 2010, alegando que sabia ler e escrever mesmo sendo analfabeto.

O processo está pronto para julgamento desde junho deste ano. No entanto, devido ao caso do mensalão, o Supremo precisou adiar algumas ações.

Tiririca foi absolvido em primeira instância. Por isso, o que será julgado agora é um recurso, impetrado pelo Ministério Público, que alega ter sofrido cerceamento do direito à prova.

Em 2010, quando foi aberto o processo, o Ministério Público solicitou que o deputado fosse submetido a uma perícia técnica, por meio de exame realizado por uma instituição reconhecida em São Paulo.

No entanto, o juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Sérgio Rezende Silveira, absolveu o deputado e dispensou a perícia, considerando que o nível de alfabetização do deputado era suficiente para assumir uma cadeira na Câmara e por isso Tiririca conseguiu tomar posse.

O magistrado entendeu que as avaliações oral e escrita feitas pelo deputado, que escreveu trechos ditados do livro Os 60 Anos da Justiça Eleitoral e depois leu e explicou partes de duas matérias de um jornal, eram suficientes como prova.

De acordo com o advogado de Tiririca, Ricardo Vita Porto, o processo foi parar no Supremo porque o Ministério Público insiste na perícia técnica. No entanto, o defensor está certo de que o recurso será negado.

— As expectativas são favoráveis, estamos aguardando o julgamento com tranquilidade. Eu tenho absoluta convicção que isso [o recurso] não vai ser deferido. Ao invés da perícia, o próprio juiz proferiu o teste.

O relator da ação penal é o ministro Gilmar Mendes. Se o plenário do Supremo entender que Tiririca deve fazer um novo teste para provar que saber ler e escrever, a decisão em primeira instância será anulada e o deputado terá que provar que é alfabetizado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GOVERNO DE MS - DESCONTOS
Beneficiários de programas sociais do Governo de MS podem ter desconto na conta de luz; SAIBA COMO
DOURADOS - OPORTUNIDADE
Prefeitura abre mais de 600 vagas de estágio em várias áreas em Dourados, CONFIRA
DEODÁPOLIS - OUTUBRO ROSA
Bandeira rosa é hasteada na praça em homenagem à campanha Outubro em Deodápolis
CANONIZAÇÃO
Papa e igreja não são inimigos do governo brasileiro, diz Mourão
MS 42 ANOS
Governo Estadual reabre cartão postal na véspera dos 42 anos de MS
FORÇA TAREFA
Em Brasília, Reinaldo defende força-tarefa para combater crime organizado
REFERENCIA NACIONAL
Governo retoma ações do comitê da agricultura de baixo carbono para tornar MS referência nacional
VICENTINA E O PROJETO CONVIVER
Vicentina dá um show com Conviver em participação da 13ª Mostra Cultural e Festival MS in Concert
FORUM DE GOVERNADORES
Em Brasília, Reinaldo Azambuja participa do VII Fórum de Governadores
MS FORTE
"Estado jovem e competitivo", avalia Reinaldo sobre os 42 anos de MS