Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
senador moka

Senador, secretária e BB buscam mais recursos do FCO para MS

30 Set 2013 - 17h08Por Assessoria

O senador Waldemir Moka (PMDB) e a secretária de Estado da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa, reuniram-se nesta segunda-feira (30) com o superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul, Marco Túlio Moraes, para discutir a liberação de mais recursos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) para o Estado.

De acordo com o senador, Mato Grosso do Sul teve liberado R$ 1,2 bilhão para investimentos em projetos nas áreas empresarial e rural, o equivalente a 23% da dotação destinada ao Centro-Oeste em 2013. Desse total, cerca de R$ 800 milhões já foram aplicados, distribuídos em mais de 4,7 mil operações.

De acordo com a secretária, os R$ 400 milhões restantes não atendem às necessidades de investimentos, cuja demanda já soma R$ 600 milhões em 337 operações aprovadas. “Precisamos de mais dinheiro para que projetos considerados viáveis saiam do papel. A solução é a União aumentar essa dotação para o Estado”, afirmou Tereza Cristina.

Moka garantiu que levará a demanda ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, e ao Ministério da Integração Nacional, responsável pela gestão dos fundos de desenvolvimento regional. “O dinheiro é insuficiente para financiar os empreendimentos programados. O volume disponível de recursos não tem acompanhado o crescimento da economia do Estado”, observa.

O superintendente do BB explica que a demora na liberação dos financiamentos causa prejuízo à economia do Estado, comprometendo o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) e a geração de empregos. “Os problemas operacionais não existem mais. Os entraves estão justamente na falta de recursos”, argumenta Marco Túlio.

Leia Também

MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Enquanto 6 estados decretam calamidade, MS mantém investimentos e salários em dia
DEODÁPOLIS - CPI NA CÂMARA
MPE pede para Câmara criar CPI um dia depois de vereador protocolar pedido em Deodápolis
ABERRAÇÃO
Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo de MS implanta alta tecnologia em presídios para tornar inspeção mais eficaz
DOURADOS - PRESO NOVAMENTE
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso em Dourados
DEODÁPOLIS - CPI CHEGANDO
Vereador protocolou pedido de abertura de CPI para apurar denuncias de 2016 em Deodápolis
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Ações do Governo melhoram a segurança no MS: 16 municípios não registraram nenhum homicídio em 2018
ABANDONO
Vereadora de Dourados denuncia falta de vagas e Ceim com obras paralisadas