Menu
SADER_FULL
terça, 21 de maio de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
INVASÃO DE TERRAS

Secretário reclama de 144 áreas invadidas e imagem de produtor vilão

Precisamos mostrar que houve uma distorção mostrando o produtor como vilão e o índio como vítima

16 Mai 2019 - 07h37Por Campo Grande News

Representando a ministra Tereza Cristina, o secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Luiz Nahban, afirma que é inaceitável ter 144 fazendas invadidas em Mato Grosso do Sul. Ele criticou o Ministério Público Federal (MPF) e reclamou de distorção, que mostra o produtor rural como vilão.

No último sábado, Nahban participou da abertura da 55ª edição da Expoagro, em Dourados. “O objetivo do governo Bolsonaro é trazer segurança jurídica ao campo. Precisamos estar todos juntos, inclusive o Judiciário. Precisamos mostrar para a população brasileira que houve uma distorção mostrando o produtor como vilão e o índio como vítima. Não existe vítima e não existe vilão. Existe gente manipulada dos dois lados”, afirma.

Ele também criticou a atuação de organizações não governamentais. “Chega de ociosidade entre os índios, estão em situação calamitosa. Existem ONGs e parte do Ministério Público Federal que nos envergonha. Alguns promotores ficam advogando em causa própria em vez de aplicar a lei. Herdamos uma política equivocada de governos anteriores”.

Sobre a disputa fundiária em Mato Grosso do Sul, o representante do Ministério da Agricultura afirma que as invasões desrespeitam o estado democrático de direito, mas que o diálogo será mantido. “Felizmente, a caneta não pode fazer tudo porque as instituições estão aí e precisam ser respeitadas”, afirma. No começo do ano, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) transferiu as demarcação de terra indígena da Funai (Fundação Nacional do Índio) para o Ministério da Agricultura.

 

A mudança foi por medida provisória, que está em análise no Congresso. Nesta semana, comissão aprovou manter a Funai no Ministério da Justiça, voltando também a ter responsabilidade pela demarcação de terras indígenas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROSE MODESTO EM CULTURAMA
Rose Modesto visita distrito e quer saber as prioridades para emendas ainda este ano para Culturama
IDADE MINIMA
Reforma da Previdência: idade mínima pode ficar menor para professor
JATEÍ - FESTA DA FOGUEIRA
Confira a programação dos Shows da Festa da Fogueira de Jateí
VICENTINENSES JÁ EM TRÊS LAGOAS
Atletas Vicentineses já se encontram em Três Lagoas para os jogos escolares da Juventude
AÇÕES ROSE MODESTO
Rose Modesto quer aumentar pena por feminicídio, Assista a entrevista
JUSTO - NO SENADO
Comissão do Senado aprova projeto que obriga presos a pagarem por suas despesas
VICENTINA - SHOW CONFIRMADO
Confirmado, Maiara e Maraisa é uma das atrações dos festejos do aniversário de Vicentina
MOTIVAÇÃO POLITICA
Vereador é preso em posse de armas supostamente usadas em atentado contra casa de prefeito
RACHADINHA
Parentes empregados pela familia Bolsonaro devolviam até 90% dos salários
AÇÕES ROSE MODESTO
Deputada Rose Modesto cobra de Ministro da Educação retomada de investimentos para setor educacional