Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
MAIS UM DO MS EM BRASÍLIA

Secretário especial do Esporte é mais um nome de MS no governo Bolsonaro

Secretário especial do Esporte é mais um nome de MS no governo Bolsonaro

3 Jan 2019 - 20h27Por Campo Grande News

Mato Grosso do Sul terá mais um nome na gestão do governo de Jair Bolsonaro (PSL). O ministro da Cidadania, Osmar Terra, apresentou os nomes dos secretários especiais da nova pasta. O general da reserva do Exército, desde 2002, Marco Aurélio Vieira, será o responsável pela Secretaria Especial do Esporte.
Marco Aurélio é natural de Corumbá, a 419 km de Campo Grande, é professor de educação, paraquedista e foi técnico de pentatlo moderno, além de ter sido atleta de natação e polo aquático. O general foi diretor-executivo de Operações dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Também participou do planejamento e da execução do revezamento da tocha olímpica.

“O esporte também cumpre papel social e tem grande interação com a cultura em todas as civilizações. Nossa ideia é fazer com que o trabalho de sucesso até hoje realizado seja potencializado”, afirmou o secretário.

O general afirmou que entre as suas prioridades está o Bolsa-Atleta. “É uma conquista importante tanto para os profissionais da área como para a sociedade brasileira. Vamos aprimorá-lo trabalhando com racionalidade na captação e formação de atletas, bem como na atuação junto às federações e confederações. O envolvimento de todos é necessário para produzirmos mais resultados com menos custos”, disse ele, mencionando ainda que a Lei de Incentivo ao Esporte deverá ser potencializada.

Além de Marco Aurélio, o Estado terá em Brasília mais dois ministros. A deputada federal Tereza Cristina (DEM) foi um dos primeiros nomes definidos por Bolsonaro após o fim das eleições, assumindo o Ministério da Agricultura. O ex-deputado federal e ex-secretário de Saúde por Campo Grande, Luiz Henrique Mandetta (DEM), assumiu o Ministério da Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - CPI NA CÂMARA
MPE pede para Câmara criar CPI um dia depois de vereador protocolar pedido em Deodápolis
ABERRAÇÃO
Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo de MS implanta alta tecnologia em presídios para tornar inspeção mais eficaz
DOURADOS - PRESO NOVAMENTE
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso em Dourados
DEODÁPOLIS - CPI CHEGANDO
Vereador protocolou pedido de abertura de CPI para apurar denuncias de 2016 em Deodápolis
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Ações do Governo melhoram a segurança no MS: 16 municípios não registraram nenhum homicídio em 2018
ABANDONO
Vereadora de Dourados denuncia falta de vagas e Ceim com obras paralisadas
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
NOVO DIRETOR-PRESIDENTE DA SANESUL
Reinaldo Azambuja escolhe por perfil técnico nome do novo diretor-presidente da Sanesul