Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de novembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Reforma da Previdência dos militares pode aumentar salários em até 75%

Caso seja aprovada na íntegra, a reforma da Previdência das Forças Armadas pode gerar um aumento de até 75% nas remunerações dos militares.

20 Out 2019 - 09h10Por Extra

Caso seja aprovada na íntegra, a reforma da Previdência das Forças Armadas pode gerar um aumento de até 75% nas remunerações dos militares. Isso porque a proposta apresentada pelo governo cria novos adicionais que são incorporados ao soldo até mesmo na inatividade.

No caso do adicional de habilitação, por exemplo, que já existe, o percentual de 30% para altos estudos categoria I passaria a ser de 73%. Um aumento, portanto, de 43%. Além disso, esses militares teriam direito ainda a um adicional de disponibilidade militar, criado pelo projeto de lei que reestrutura a carreira, no valor de 32%, que somado ao adicional de habilitação representaria um aumento salarial de 75%. No caso dos cabos e soldados, o aumento com esses dois adicionais seria de apenas 17%.

Economia reduzida com a reestruturação da carreira

A economia proposta com a reforma dos militares é de R$ 97,3 bilhões em dez anos. Porém, a reestruturação dos salários custará R$ 86,85 bilhões, levando ao resultado fiscal líquido de R$ 10,45 bilhões. A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa o texto irá se reunir na próxima terça-feira para discutir e votar o parecer do relator, deputado Vinicius Carvalho (Republicanos-SP). Os parlamentares iniciaram a discussão na última quarta-feira, mas houve divergências em relação ao reajuste salarial previsto até 2023.

Deputados divergem sobre percentuais dos adicionais

As divergências ocorreram porque uma parte dos deputados defende que os percentuais sejam os mesmos para todos, enquanto a ala mais alinhada ao governo defende que seja mantido o texto original, com percentuais que crescem conforme a hierarquia. Após o racha no PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, o líder da legenda na Câmara, Delegado Waldir, teria se unido ao Psol para aumentar o reajuste de praças e soldados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTRUTURA FRACA
Governo do Estado declara Situação de Emergência em Porto Murtinho
AÇÃO PARLAMENTAR
Barbosinha pede Colégio Militar para Dourados
PESCA E TURISMO
Suspensão de cota zero pode dizimar atividade econômica, diz Azambuja
GOVERNO PRESENTE EM DOURADOS
Reinaldo encerra 'Governo Presente' com visita em Dourados onde atenderá Vicentina e Fátima do Sul
CONCURSO PÚBLICO EM MS
Prefeitura lança edital para concurso público em Caarapó
AÇÃO PARLAMENTAR
Emenda de Barbosinha atende Hospital da Missão Caiuá
DOURADOS - POLÍCIA
Vereador é agredido e roubado quando ia para igreja em Dourados
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Com apoio do Governo do Estado, Rio Brilhante recebe fábrica de fertilizantes de R$ 25 milhões
VICENTINA - PATRULHA MECANIZADA
Marquinhos do Dedé realiza entrega de patrulha mecanizada durante Feira Livre em Vicentina
VICENTINA - VEJA AS FOTOS
Veja as FOTOS da Feira Livre desta sexta-feira, feriado de 15 de novembro em VICENTINA