Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
eleições 2014

Rede Sustentabilidade abre filiações para pré-candidaturas das Eleições 2014

26 Set 2013 - 14h55Por Assessoria

A Rede Sustentabilidade (Rede), através da Executiva Estadual de Mato Grosso do Sul, abriu as filiações para pré-candidaturas a cargos eletivos de 2014 (deputado estadual, deputado federal, senador, governador). A Rede já está com vários filiados partidários e agora organiza os filiados eletivos, que vão concorrer no próximo ano. Interessados devem ligar para os telefones (67) 9697-4720 (Eidson Brito); (67) 9185-2001 (Neide Herrero) ou (67) 9971-5515 Tatiana Ujacow.

Mato Grosso do Sul foi um dos primeiros Estados a cumprir a meta de apoios à criação da Rede, reunindo mais de 10(dez) mil assinaturas coletadas, sendo que cinco mil foram certificadas pelos Cartórios Eleitorais. O mínimo previsto em cada Estado é de 0,01% do eleitorado, que no MS representa 1.390 assinaturas de apoio.

A ficha de filiação pleiteando a pré-canditatura está disponível no site www.msemrede.com.br . Após o preenchimento, poderá ser enviada ao e-mail msemrede@hotmail.com .

Rede

A Rede Sustentabilidade é fruto de um movimento aberto, autônomo e suprapartidário que reúne brasileiros decididos a reinventar o futuro do país. É uma associação de cidadãos e cidadãs dispostos a contribuir de forma voluntária e colaborativa para aprofundar a democracia no Brasil e superar o monopólio partidário da representação política institucional.

A efetiva participação de brasileiros e brasileiras nos processos decisórios é condição fundamental para a promoção do desenvolvimento justo e sustentável. Aberta ao diálogo e construída com a participação direta de seus integrantes, a Rede Sustentabilidade é um espaço de mobilização e inovação, no qual floresce uma nova cultura política.

Uma legenda capaz de abrigar candidaturas de cidadãos que não façam parte de seus quadros, mas que compartilhem de seus ideais, comprometida com a transparência de seus processos internos e empenhada na renovação de suas lideranças.


 

Criação

No último dia 19 de setembro, a Rede Sustentabilidade anexou ao processo de criação do partido junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mais 136 mil fichas de apoio certificadas pelos cartórios eleitorais de todo o país. Somadas às 304 mil entregues no dia 26 de agosto, a #rede chega ao número de 440 mil assinaturas validadas.

Das mais de 660 mil assinaturas encaminhadas aos cartórios até o dia 10 de setembro, a Rede Sustentabilidade estima ainda contar com aproximadamente 80 mil assinaturas em análise. Diante desse cenário e considerando o prazo final para homologação do registro, a #rede encaminhou aos presidentes dos 27 TREs (Tribunais Regionais Eleitorais) um requerimento formal solicitando que determinem aos cartórios sob sua jurisdição que, no prazo de 72 horas, certifiquem as assinaturas com prazos vencidos e encaminhem às respectivas corregedorias todas as certidões emitidas nesse período.

Com esse procedimento, a #rede espera poder ingressar no TSE com mais um volume expressivo de assinaturas, número que vai variar em função do percentual de validação nos cartórios. Até o momento, a taxa nacional de invalidação tem sido de 24% - exceto em São Paulo e Distrito Federal, onde o índice é superior a 30.

Além desta medida, como consta do pedido inicial feito perante o TSE, a REDE também questiona judicialmente a rejeição infundada de aproximadamente 130 mil assinaturas invalidadas em desacordo com a norma eleitoral. Muitas delas foram devolvidas por falta de parâmetros de comparação, em função do descarte da assinatura original do eleitor no registro eleitoral que é feito depois de cinco anos, ou pelos altos índices de abstenção nas últimas eleições (superior a 16%), dentre outros problemas resultantes do sistema falho adotado para conferência de assinaturas pela Justiça Eleitoral.

Durante o processo nos cartórios, a #rede pôde identificar casos de muitas assinaturas legítimas - inclusive de fundadores da REDE, como é o caso do porta-voz Cássio Martinho, de Minas Gerais - que foram rejeitadas sem qualquer fundamento.

Com mais de 910 mil assinaturas coletadas e mais de 660 mil enviadas aos cartórios após um rigoroso processo de pré-avaliação, a Rede Sustentabilidade está convicta de que alcançou, dentro do prazo legal, os apoiamentos necessários em 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, tendo inclusive o registro do partido homologado 14 estados.


Exigências legais

 

De acordo com a legislação atual, para a criação de um partido é necessário atender dois requisitos básicos. O primeiro é a homologação do partido político junto aos Tribunais Regionais Eleitorais em ao menos nove estados. Para isso, é necessária a quantidade de assinaturas correspondente a 0,1% dos votos válidos computados na última eleição para Deputados Estaduais. Em São Paulo, por exemplo, esse número é de aproximadamente 21 mil eleitores. O outro requisito tem âmbito nacional e exige que o novo partido apresente assinaturas de apoio certificadas em quantidade igual ou superior a 0,5% dos votos válidos para a Câmara dos Deputados Federais, que no último pleito foi de 491.656.

Após a coleta das assinaturas, as fichas são encaminhadas aos cartórios – que devem verificar a veracidade dos dados preenchidos, além de certificar se as assinaturas são mesmo do eleitor em questão. As informações necessárias para que o apoio seja validado pelo cartório são: nome completo, assinatura, número do título de eleitor e zona eleitoral.

A questão das invalidações sem motivação e com motivações não previstas na legislação tem sido um grave entrave ao processo. Os cartórios deveriam ter à disposição para verificação dos dados as listas da última votação, do Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) ou do Protocolo de Entrega do Título Eleitoral (PETE). No entanto, a justiça eleitoral permite o descarte desses dois últimos documentos depois de cinco anos. Assim, muitas vezes os cartórios não têm nenhum desses documentos e simplesmente invalidam a ficha, descartando um apoio autêntico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
AÇÕES DEPUTADO BARBOSINHA
Projeto de Lei que barateia custo de locação de máquinas é sancionado pelo governador
DEPUTADO ESTADUAL
Onevan é diplomado para nono mandato
DOURADOS - OPERAÇÃO CIFRA NEGRA
Justiça concede liberdade a vereadores presos em operação contra corrupção em Dourados
DIPLOMADO PARA O NONO MANDATO
Onevan é diplomado para nono mandato reafirma que é momento de união e trabalho
13º CHEGANDO
Governo de MS confirma pagamento do 13º salário nesta terça-feira
COMPROMISSO ATÉ 2022
Governador recebe diploma para 2º mandato, cita conquistas e garante gestão eficiente até 2022
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Governador entrega veículo para Fátima do Sul e para prefeitos de 44 municípios
DEPUTADA FEDERAL MAIS VOTADA
Em diplomação, Rose lembra de Culturama e elogia responsabilidade da gestão Reinaldo Azambuja
VICENTINA - VALORIZAÇÃO AO FUNCIONALÍSMO
Marquinhos do Dedé inova mais uma vez e cesta padronizada é entregue aos funcionários em Vicentina