Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
CIDADES

Projeto permite venda de remédios em supermercados

Senador de MS esteve com membros do Ministério Público para debater sobre o assunto

5 Dez 2019 - 14h17Por Topmidia News

O senador Nelsinho Trad (PSD) solicitou, nesta semana, a alteração da legislação farmacêutica para que os supermercados passem a vender medicamentos que não necessitam de prescrição médica.

Nelsinho diz que a medida se trata de uma “evolução que não temos como fugir". "Em países da Europa e América do Norte isso é uma realidade. Mas é preciso regulamentação adequada”.

O projeto de Lei já existe e precisa ser analisado, aprovado e colocado em prática.

De acordo com o projeto, a ideia é que os medicamentos que não precisam de receita médica sejam vendidos nos supermercados e outros estabelecimentos comerciais, sempre obedecendo a classificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em suas redes sociais, o senador pontuou que a solicitação foi feita junto ao Ministério da Saúde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo Azambuja anuncia cerca de R$ 2 bilhões em obras dia 6 para Bonito (MS)
VICENTINA - NOVAS INDÚSTRIAS
Prefeito se reúne com secretário para tratar das novas indústrias que serão instaladas em Vicentina
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS vai revitalizar avenida Mato Grosso e criar novo acesso às Moreninhas
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Monitoramento eletrônico de tornozeleira do MS é referência nacional
100 INADIMPLÊNCIA
Refis: faça sua adesão e tenha até 95% de desconto sobre juros e multas
VICENTINA - BORA PRA FEIRA
Mazinho e Luciano voltam para se apresentar na Feira Livre nesta sexta-feira em Vicentina
EPIDEMIA
Secretaria de Estado de Saúde chama hospitais privados para orientar sobre dengue,zika e chikungunya
AÇÕES DO GOVERNO MS
Ação do governo reduz níveis de turvamento das águas dos rios após chuvas em Bonito e região
HABITAÇÃO
Prefeita troca carnaval por doação de 52 moradias populares e ajuda a famílias carentes
BURROCRACIA
Mulher sem mãos tem benefício negado por não poder assinar papel