Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 21 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
A SERVIÇO DO POVO

Prefeito se disfarça de deficiente físico para testar funcionários públicos

Não bastasse o serviço de saúde, testou também a própria prefeitura. Esse político é um exemplo, não é?

19 Jul 2019 - 13h49Por Livre

Quando se trata de reclamações, diversas delas são direcionadas por cidadãos aos políticos, pois em suas práticas, alguns revelam estar mais preocupados é consigo mesmo.

Entretanto, no caso de Carlos Tena, o prefeito de Cuauhtémoc, uma cidade no estado mexicano de Chihuahua, há um incrível diferencial: o prefeito se disfarçou de deficiente físico para testar os funcionários pagos pela prefeitura após receber uma série de queixas dos cidadãos.

Tena passou dois meses montando um disfarce crível e depois visitou funcionários públicos do Gabinete do Prefeito e dos Serviços Sociais, posando como um homem deficiente que precisava de ajuda.

Vestindo um gorro grosso que cobria parcialmente seu rosto, bem como um gorro cinza, óculos escuros e uma bandagem sobre a orelha esquerda para fingir uma lesão e evitar ser reconhecido, Carlos Tena entrou na Secretaria de Desenvolvimento Social em uma cadeira de rodas, buscando assistência.

Ele pediu uma refeição grátis, que os deficientes e os cidadãos necessitados têm direito de acordo com a lei, mas foi ignorado e até mesmo discriminado.

Após a má experiência, Tena visitou seu próprio escritório pedindo para falar com o prefeito, mas foi informado de que ele não estava.

Quando pediu para falar com o Secretário da Câmara Municipal, foi rudemente tratado e informado que deveria esperar no corredor, já que o funcionário público não chegaria próximo ao horário do almoço.

Nesse momento, Tena já estava convencido de que as queixas que recebia eram verdadeiras, então saiu da cadeira de rodas e tirou o disfarce, deixando os funcionários da prefeitura em estado de choque.

A imprensa local informou que Tena é conhecido há muito tempo por lutar pelo tratamento igualitário dos socialmente desfavorecidos, ajudando-os sempre que pode.

Tena disse à mídia mexicana que ele foi ignorado e discriminado, o que o fez se sentir desapontado com alguns de seus colegas.

Ele deixou claro que não vai tolerar se souber que pessoas estão sendo maltratadas novamente. Se isso ocorrer, tomará medidas drásticas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROCESSO SELETIVO NO MS
Prefeitura abre processo seletivo com oito vagas e salário de R$ 3,2 mil em MS
POLEMICA II
Após polêmica, deputado diz que não existe PL de poliamor ou casamento entre mães e filhos
MIRANDA
TRE afasta prefeita acusada de compra de votos e convoca novas eleições
POLÊMICA
Vale Tudo: projeto libera casamento entre mães e filhos e revolta MS
NAVIRAÍ - AÇÕES ONEVAN DE MATOS
Justiça do Trabalho acolhe pedido de Onevan e inclui escola de Naviraí em programa
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
BOA NOTICIA
Hotel Campo Grande deve virar 260 apartamentos para famílias carentes
LEI ABUSO DE AUTORIDADE
Promotores e juízes protestam em Campo Grande contra 'mordaça' aprovada no Congresso
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Governo de MS libera R$ 1.5 milhão para 27 projetos de pesquisa selecionadas por edital
JATEÍ - VALORIZAÇÃO NA ZONA RURAL
Prefeitura inicia nova tubulação na região da Fazenda Stª Ada, trecho da antiga Serraria do Valmar em Jateí