Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 22 de março de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Política

Partidos têm até dia 14 de outubro para enviar lista de novos filiados a Justiça Eleitoral

7 Out 2013 - 08h12Por Mídia Max

Com o encerramento do prazo para as filiações partidárias neste sábado (5), os partidos devem agora encaminhar as listas de filiações para a Justiça Eleitoral. Conforme o calendário eleitoral, as listas de integrantes e de candidatos a cargos eletivos que tenham filiação deferida pelos partidos devem ser entregues à Justiça até o dia 14 de outubro.

Os pedidos de filiação são feitos pelos próprios eleitores que querem integrar as siglas. Ao atenderem os requisitos estatutários eles têm suas filiações deferidas pelos partidos. O próximo passo é encaminhar esses registros de filiados à Justiça Eleitoral que inicia um novo trabalho.

Ao receber a documentação, a Justiça inicia a verificação das filiações em duplicidade, ou seja, se algum eleitor consta como filiado em mais de uma agremiação. A previsão de divulgação da listagem final dos filiados por partido político é estimada para o final de outubro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JATEI
Curso de Regularização Fundiária Urbana corresponde expectativas em Jateí
LAVA-JATO
Michel Temer é preso pela Lava Jato; PF faz buscas por Moreira Franco
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Pacote de obras de R$ 169 milhões contempla recapeamento da avenida Bandeirantes
JATEÍ - PARCERIA GERANDO CASAS
Parceria entre prefeitura e governo do Estado gera 30 casas podendo chegar a mais de 100 em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governo põe em dia salários de trabalhadores do Hospital Regional de Ponta Porã
FÁTIMA DO SUL - NA TRIBUNA
Na Tribuna, Diego pede instalação necessária para Polo Industrial funcionar em Fátima do Sul
POSTERGADA
Começa em julho a jornada de oito horas para Servidores Públicos
AÇÕES DEPUTADO JAMILSON
Deputado Jamilson Name propõe corte de ICMS sobre matéria-prima para alimentos
PROJETO NA BANCADA FEDERAL
Projeto da deputada Rose Modesto aumenta tempo de prisão para feminicídio
ALTERNATIVA
Governo defende que PDV é opção para quem não gostou da jornada de 8h