Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 20 de março de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
NOVA LEI

Motoristas condenados por contrabando vão perder a CNH por cinco anos

Projeto de lei foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quinta

12 Jan 2019 - 07h46Por O Globo

A partir de agora, motoristas que utilizarem um carro para cometer crimes de contrabando, receptação ou descaminho terão a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada por 5 anos. O Projeto de Lei 1.530 que previa essa alteração no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) foi aprovado pelo Congresso Nacional em 13 de dezembro de 2018 e sancionado pelo presidente da República Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (10). As novas regras já estão em vigor. 

O texto prevê que o documento só poderá ser cassado caso o motorista seja condenado "em decisão judicial transitada em julgado". Ele também poderá ser "proibido de obter a habilitação para dirigir veículo automotor" por 5 anos. Depois desse prazo, uma nova CNH poderá ser solicitada, cumprindo os exames previstos atualmente.

Em casos mais graves, quando o motorista é preso em flagrante por algum dos três crimes, o juiz responsável pelo caso poderá solicitar "a suspensão da permissão ou da habilitação para dirigir veículo automotor, ou a proibição de sua obtenção".

Deixe seu Comentário

Leia Também

POSTERGADA
Começa em julho a jornada de oito horas para Servidores Públicos
AÇÕES DEPUTADO JAMILSON
Deputado Jamilson Name propõe corte de ICMS sobre matéria-prima para alimentos
PROJETO NA BANCADA FEDERAL
Projeto da deputada Rose Modesto aumenta tempo de prisão para feminicídio
ALTERNATIVA
Governo defende que PDV é opção para quem não gostou da jornada de 8h
DEODÁPOLIS GASTANDO EM IVINHEMA
DEODÁPOLIS: Contratos com mercado de Ivinhema poderá custar mais de R$ 500 mil reais
JATEÍ - ARRASTÃO CONTRA A DENGUE
JATEÍ: Vigilância Sanitária pede a população que deixem os portões abertos, arrastão contra a dengue
40 HORAS SEMANAIS
Decreto de Reinaldo oficializa jornada de 8 horas para 16 mil servidores
LAMA ASFÁLTICA - CONDENADO
Giroto é condenado a quase 10 anos de prisão em primeira sentença da Lama Asfáltica
PARALISAÇÃO NACIONAL
Contra a Reforma da Previdência, educadores de Dourados param na 6ª
AÇÃO PARLAMENTAR - ONEVAN DE MATOS
Trabalho de Onevan foi fundamental, Reitor anuncia implantação de novo curso na UFMS de Naviraí