SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Janeiro de 2018
SADER_FULL
SADER_FULL
30 de Setembro de 2013 16h42

Dois pedidos de cassação ao mandato de Bernal são apresentados na câmara

Mídia Max

Dois pedidos para abertura de uma comissão processante foram apresentado na manhã desta segunda-feira (30) na câmara de vereadores em Campo Grande. Um deles foi em nome de Raimundo Nonato e de Luiz Pedro Guimarães. O outro foi em nome de Eder Sanches. Para eles, a sociedade espera uma resposta sobre a questão das irregularidades apresentadas pelos vereadores na CPI do Calote.

Raimundo disse que é produtor rural, cidadão de Campo Grande há 38 anos e que fez o pedido porque está muito preocupado com a situação da cidade.

“Eu vim para trabalhar na comissão de divisão do Estado para você ter uma ideia. Recebi todas as medalhas de honra da câmara e vim apresentar esse pedido porque estou preocupado com a situação da cidade. Minha soliciatação é baseada no que foi apresentado pela CPI do Calote e eu trouxe inclusive documentos que fizeram parte da investigação”, explicou.

Na avaliação de Raimundo, a Capital está sofrendo um prejuízo muito grande, inclusive em relação a projetos para financiamento com verba federal. “Há um prejuízo muito grande para a cidade que tem enviado à Brasília o mesmo número de projetos que tem uma cidade como Jaraguari e Japorã, por exemplo. Não é desmerecendo, mas Campo Grande deveria ter mais projetos e ações”, frisou

Já Luiz Pedro disse que sempre esteve próximo da vida política da cidade e que a eleição trouxe muita expectativa e esperança pra sociedade, mas que até agora 'essa administração não mostrou a que veio'.

“Faz nove meses que a nova administração está ai e não disse nem por quê, nem a que veio. Não é nada pessoal contra o prefeito, mas sim uma preocupação com a sociedade que clama por uma resposta”, afirmou Luiz.

Para Luiz Pedro os vereadores dizem que estão investigando, o prefeito diz que não tem erro e a cidade está parada com empresas sofrendo por conta da inércia administrativa. “Como não se encontra culpado, a sociedade tem que cobrar uma explicação. Quem está representando o povo é a câmara e terão que analisar todos os documentos diante desse pedido”, reclamou.

A petição entregue por Luiz tem 38 páginas e, segundo ele, é baseada em documentos solicitados à câmara. “Questiono as empresas irregulares, a qualidade na prestação de serviço e tudo o que foi divulgado pela imprensa. A Capital precisa de uma resposta urgente”, destacou.

No caso do pedido feito por Eder Sanches, os vereadores acharam melhor aguardar, já que o documento não traz embasamento suficiente para a abertura da comissão.

Tanto Luiz quanto Raimundo já foram integrantes do PP, partido presidido pelo prefeito de Campo Grande. Contudo afirmam que não fazem mais parte da legenda e que os pedidos não tem motivação política. Luiz Pedro conta que saiu quando entregou a presidência do PP nas mãos de Bernal e Raimundo disse que saiu no último sábado (28), quando assumiu a secretaria do PEN (Partido Ecológico Nacional), presidido pelo deputado estadual Lídio Lopes – também ex-PP.

Questionados se o ato seria uma espécie de retaliação, ambos disseram que não. “Veja o caso do vereador Chocolate, por exemplo, que era amigo do Bernal. Hoje está a deriva. O pedido que fiz não tem nada de pessaol. Pra mim é uma situação que precisa investigar”, disse Raimundo. Já Luiz foi incisivo em afirmar que 'não é questão pessoal: a cidade precisa de respostas'.

Agora os vereadores vão votar para decidir a viabilidade da investigação. Para a abertura da comissão processante será preciso uma maioria simples com um quórum de 15 vereadores.

Veja Também
ÓTICA_DOURADOS
Nossa_Lojas
pupa
Últimas Notícias
  
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.