Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
ELEÇÕES 2014

Delcídio registra 44 pontos percentuais de vantagem sobre Simone nas urnas

13 Out 2013 - 12h37Por MIDIA MAX
 
 

Os sul-mato-grossenses estão apostando no nome de Delcídio Amaral (PT) para comandar o estado a partir de 2015. Isso é o que mostra a pesquisa de intenção de voto encomendada pelo Midiamax ao instituto Ibrape. Em um embate direto com Simone Tebet (PMDB) nas urnas, Delcídio atinge 44 pontos percentuais de vantagem sobre a adversária política.

A pesquisa foi realizada entre os dias 16 e 27 de setembro nas oito regiões do estado. Foram efetuadas 2.312 entrevistas, com margem de erro de 4 pontos percentuais e grau de confiança de 95%.

Segundo o levantamento, em uma disputa somente entre os candidatos Delcídio e Simone, o senador apresenta 64% da preferência eleitoral dos sul-mato-grossenses e acumula 44 pontos percentuais de vantagem em relação a Simone, que registra 20% das intenções de voto. Brancos e nulos são 7% e indecisos 9%.

Capital

Conforme a pesquisa, em Campo Grande Delcídio tem 66% de intenções de voto, enquanto Simone registra 18%, o que significa 48 pontos percentuais de vantagem. Brancos e nulos são 8% e indecisos também 8%.

Interior

No interior de MS, os índices apresentam uma leve mudança. Até o final de 2012 a vice-governadora Simone Tebet foi prefeita de Três Lagoas – distante a 338 km de Campo Grande. Mesmo assim, Delcídio registrou 61% da preferência, contra 22% alcançados por Simone. Brancos e nulos somam 7% e indecisos 10%.

Preferência

Entre as regiões de MS o maior percentual de aprovação registrado por Delcídio esta na região do Pantanal (86%). Já o menor índice é no Bolsão (41%). Já Simone apresenta números inversamente proporcionais, com maior aprovação no Bolsão (40%) e a menor na região do Pantanal (5%).

Mesmo sendo com uma diferença muito pequena, Delcídio e Simone estão praticamente empatados na região do Bolsão, considerada reduto eleitoral do Simone, que foi prefeita de Três Lagoas e do PMDB.

Conjuntura

Atualmente, apenas a candidatura de Delcídio está colocada pelo partido como definitiva. A cúpula do PMDB lançou o nome de Nelsinho como pré-candidato e deixou claro que seu nome só será viabilizado se ele conseguir consolidar parcerias que o fortaleçam para a disputa de 2014.

Em meio ao trabalho de Nelsinho, o líder político do PMDB, André Puccinelli, tem dito de forma recorrente o nome de Simone Tebet como possível sucessora a sua vaga no governo de MS. Apesar de ser a preferida do governador para a disputa, Simone tem repetido publicamente que suas pretensões políticas esbarram na vaga para o senado, caso Puccinelli decida realmente se aposentar.

Metodologia

O levantamento foi realizado por amostragem representativa da população eleitoral de Mato Grosso do Sul. A pesquisa fez 2.312 entrevistas, distribuídas em 39 cidades, das 8 regiões geográficas do Estado: Região Central, Região Norte, Grande Dourados, Conesul, Vale do Ivinhema, Bolsão, Sudoeste e Região do Pantanal.

As regiões do estado são: região central (Campo Grande), região norte (Coxim, Rio Verde, Camapuã, Sonora, São Gabriel do Oeste e Pedro Gomes), Grande Dourados (Dourados, Ponta Porã, Amambai, Maracajú, Fátima do Sul e Douradina), Conesul (Naviraí, Mundo Novo, Sete Quedas, Eldorado, Iguatemi e Itaquiraí), Vale do Ivinhema (Nova Andradina, Ivinhema, Batayporã, Anaurilândia, Taquarussu, Angélica), Bolsão (Três Lagoas, Paranaíba, Aparecida, Cassilândia, Brasilândia e Selvíria), Sudoeste (Jardim, Bela Vista, Porto Murtinho, Bonito e Nioaque) e Pantanal (Corumbá, Ladário, Albuquerque e assentamento).

O intervalo de confiança do trabalho é de 95% e a margem de erro é de até quatro pontos percentuais. O levantamento ocorreu entre os dias 16 e 27 de setembro de 2013.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TÁ COM IPVA ATRASADO???
Proprietários de veículos com IPVA em atraso podem parcelar dívida em até dez vezes
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Enquanto 6 estados decretam calamidade, MS mantém investimentos e salários em dia
DEODÁPOLIS - CPI NA CÂMARA
MPE pede para Câmara criar CPI um dia depois de vereador protocolar pedido em Deodápolis
ABERRAÇÃO
Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo de MS implanta alta tecnologia em presídios para tornar inspeção mais eficaz
DOURADOS - PRESO NOVAMENTE
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso em Dourados
DEODÁPOLIS - CPI CHEGANDO
Vereador protocolou pedido de abertura de CPI para apurar denuncias de 2016 em Deodápolis
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Ações do Governo melhoram a segurança no MS: 16 municípios não registraram nenhum homicídio em 2018