Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 19 de maio de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
ENSINO DOMICILIAR

Com exemplo da filha de 5 anos, Nelsinho encara ministro e detona ensino domiciliar

O protesto ocorreu em audiência que contou com a presença do ministro da Educação, em Brasília

8 Mai 2019 - 08h00Por Topmidia News
Abrahan Weintraub, ministro da Educação, em audiência no Senado Foto: Wesley Ortiz - Marcelo Camargo - Agência Brasil

Na audiência promovida desde a manhã desta terça-feira (7), em Brasília, pela Comissão de Educação no Senado, com a participação do ministro Abrahan Weintraub (Educação), o senador sul-mato-grossense Nelsinho Trad (PSD) protestou contra o projeto do governo de Jair Bolsonaro (PSL) que prevê a regulamentação do ensino domiciliar.

Nelsinho disse ter ido domingo passado, à noite, em Campo Grande, na igreja e lá viu uma cena que disse ter ficado “impressionado”. Depois, ele revelou que a filha de cinco anos que o acompanhava fez uma “festa” ao se encontrar com uma coleguinha da mesma idade, também na missa.

O senador afirmou ainda que o alegre encontro das crianças jamais poderia ser possível se adotado o ensino domiciliar no país. Ele deixou claro ser contrário à proposta que, para virar lei, deve, ainda, ser examinada e aprovada pela Câmara Federal e o Senado.

O projeto em questão dá aos pais a missão de educar e ensinar os filhos, em casa. Isto é, os pais ou, então, os tutores devem ser os responsáveis pela aprendizagem das crianças. Há a possibilidade de os pais contratarem professores particulares.

Reportagem publicada aqui no TopMídiaNews revela que a maioria da bancada de MS [8 deputados federais e 3 senadores] reprova a ideia do governo atual.

INVESTIMENTOS

Nelsinho Trad recordou também que no período que foi prefeito de Campo Grande [2005-2012] recebeu o aval do governo para a construção de 19 Ceinfs (Centros de Educação Infantis), mas não conseguiu concluir todas as obras.

“Onze ficaram prontas, oito ficou para o antecessor, que não deu importância às obras”, afirmou o senador.

Nelsinho pediu ao ministro que a atual gestão crie “mecanismos para que os Ceinfs sejam concluídos”.

AUDIÊNCIA

O ministro Weintraub foi à audiência contar sobre as principais propostas de sua gestão. Ele disse que a prioridade, agora, será a educação básica. Logo no início da reunião, o ministro foi questionado sobre os recentes cortes de recursos que deveriam ser destinados às universidades.

Weintraub, embora contestado por senadores, afirmou que não haverá corte no orçamento e, sim, o que chamou de ‘contingenciamento’.

O ministro afirmou também que, se aprovado o projeto da reforma da Previdência, os recursos voltam a ser liberados.

COMIDA

A audiência com o ministro começou por volta das 11h (horário de Brasília)  e a conversa durou até às 15h46 minutos. Por ser diabético, Weintraub levou comida e isso chamou a atenção dos senadores que o questionavam. É que onde estavam não é autorizado levar alimentos. O senador, então, ofereceu o que comia aos senadores, mas ninguém levantou-se para pegar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JATEÍ - FESTA DA FOGUEIRA
Confira a programação dos Shows da Festa da Fogueira de Jateí
VICENTINENSES JÁ EM TRÊS LAGOAS
Atletas Vicentineses já se encontram em Três Lagoas para os jogos escolares da Juventude
AÇÕES ROSE MODESTO
Rose Modesto quer aumentar pena por feminicídio, Assista a entrevista
JUSTO - NO SENADO
Comissão do Senado aprova projeto que obriga presos a pagarem por suas despesas
VICENTINA - SHOW CONFIRMADO
Confirmado, Maiara e Maraisa é uma das atrações dos festejos do aniversário de Vicentina
MOTIVAÇÃO POLITICA
Vereador é preso em posse de armas supostamente usadas em atentado contra casa de prefeito
RACHADINHA
Parentes empregados pela familia Bolsonaro devolviam até 90% dos salários
AÇÕES ROSE MODESTO
Deputada Rose Modesto cobra de Ministro da Educação retomada de investimentos para setor educacional
PROTESTO NACIONAL
Milhares protestam contra bloqueios na Educação, Bolsonaro chama manifestantes de 'idiotas úteis'
INVASÃO DE TERRAS
Secretário reclama de 144 áreas invadidas e imagem de produtor vilão