Menu
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
Busca
SUCURI_MEGA
campo grande

Câmara rejeita pedido de cassação contra prefeito de Campo Grande

24 Set 2013 - 17h10Por G1

Vereadores negaram, durante sessão desta terça-feira (24), pedido de cassação contra o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP). Durante a votação, 25 parlamentares foram contrários ao pedido à abertura da comissão processante e apenas um favorável.

A denúncia que solicitava o início da comissão processante contra o prefeito é do presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande (Sisem), Marcos Tabosa.

O pedido, municiado com documentos, foi entregue ao presidente do legislativo campo-grandense, Mário Cesar (PMDB), no dia 3 de setembro, segundo informações do Sisem. A entidade alega que Bernal cometeu crime ao “reter recursos oriundos do repasse assistencial e associativo da categoria”.

O sindicato acusa o pepista de ter se apropriado, indevidamente, de aproximadamente R$ 700 mil da instituição e que a mesma denúncia entregue aos vereadores foi encaminhada ao Ministério Público Estadual.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - FOTOS
Veja as FOTOS da assinatura da ordem de serviço para investimentos em Vicentina
JATEÍ - FOTOS
Confira as FOTOS da entrega de obras e assinatura de ordem de serviços de Reinaldo Azambuja em Jateí
JATEÍ - AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Em Jateí, Reinaldo entrega pontes de concreto e anuncia investimentos que deixará 100% asfaltada
VICENTINA - INVESTIMENTOS CHEGANDO
Vicentina recebe investimento de R$ 1,98 milhão para pavimentação, restauração e drenagem
Monstro
Câmera flagra irmão à procura de menina que teria sido abusada por prefeito de Bariri
EM DOURADINA
Em Douradina, deputado Barbosinha participa de entrega e lançamento de obras
Campanha de filiações
Prisão de Lula faz disparar filiações ao PT
JATEÍ E VICENTINA
Reinaldo assina ordem de serviços para execução de obras nesta segunda em Jateí e Vicentina
FÁTIMA DO SUL - DIREITO DE RESPOSTAS
Em direito de resposta, Deputado informa aos vereadores sobre verbas destinadas para Fátima do Sul
IRREGULARIDADES
MPF cobra R$ 22 milhões de Puccinelli e dois ex-secretários por falta de investimentos na saúde