Menu
SADER_FULL
domingo, 15 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
SOB INVESTIGAÇÃO

Velório é interrompido e IML é chamado após família achar ferimentos em corpo de idoso

A pequena cidade de Kaloré (no Vale do Ivaí), com apenas 4.500 habitantes, virou notícia na região.

11 Set 2019 - 15h22Por GMC Online

A pequena cidade de Kaloré (no Vale do Ivaí), com apenas 4.500 habitantes, virou notícia na região. Na segunda-feira (9), um velório foi interrompido e o Instituto Médico Legal foi chamado para recolher o corpo que estava sendo velado.

De acordo com informações da Polícia Civil de Jandaia do Sul, o idoso, de 79 anos, morreu no domingo (8). Enquanto era velado na segunda, familiares decidiram chamar a polícia por causa de ferimentos que o homem tinha no corpo.
Segundo o hospital em que o homem estava internado quando morreu, em Apucarana, ele tinha caído de uma cama e, por isso, se feriu.
No entanto, a família não ficou convencida com a versão dada pelo hospital e acionou a polícia para investigar a situação, com suspeita de negligência.
O IML de Apucarana, então, precisou recolher o corpo, que vai passar por necropsia. Agora, a polícia aguarda a conclusão do laudo do IML para instaurar um inquérito. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - ACIDENTE FATAL
DEODÁPOLIS: Motociclista de Ivinhema morre após acidente na MS-145
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
100 DROGAS
Grupos terapêuticos levam enfrentamento à drogadição em presídios de Dourados e Rio Brilhante
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
A MULTA FOI POUCO
PMA autua homem por matar filhotinho envenenado
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MUNDO MEDONHO
Idoso é expulso de asilo após esconder prostituta embaixo da cama
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”