Menu
SADER_FULL
sábado, 17 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
mato grosso do sul

Velhinho de 75 anos bate em mulher de 62 por não aceitar fim do romance de 3 décadas

4 Out 2013 - 08h25Por Mídia Max

Um idoso de 75 anos bateu e ameaçou várias vezes a esposa de 62 anos de morte. De acordo com a mulher, o senhor não aceita o termino do relacionamento dos dois e por várias vezes já disse que vai mata-la. A mulher registrou um boletim de ocorrência contra o homem. O caso aconteceu no município de Selvíria, distante 422 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o registro eles vivem juntos a cerca de 30 anos e que o relacionamento nunca foi tranquilo. No dia 09 de setembro após brigarem o homem socou a senhora no peito, deixando-a com dor durante vários dias.

Diante dos fatos a mulher saiu de casa. Não contente o homem começou a perseguir a mulher, a ameaçado de morte, dizendo que vai mata-la com uma marreta, entre outras ameaças proferidas.

Temendo pela vida dela, a mulher compareceu a delegacia de policia de Selvíria e fez um boletim de ocorrência, para tentar intimidar o homem. A polícia ira tomar as providências cabíveis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - CAOS NA SAÚDE
Defensoria flagra pacientes renais sem água e comida no Hospital da Vida
ACIDENTE DE TRABALHO
Homem morre ao ser puxado por colheitadeira quando fazia limpeza
TENTATIVA DE HOMICIDIO
Cansada de apanhar mulher desfere golpes de faca em companheiro
POLICIAIS CORRUPTOS
PMs são denunciados por ligação com tráfico; bandidos fizeram foto em caveirão
FRONTEIRA VIOLENTA
Corpo de homem é desovado no rodoanel de Ponta Porã
AGRESSÃO
Mãe de rapaz autista diz que filho foi espancado sem razão e revela ameaças
FÁTIMA DO SUL - MOTO ROUBADA
Durante velório, moto é furtada em Fátima do Sul
ACIDENTE FATAL
Ambulância que transportava paciente bate em trator e jovem morre em rodovia de MS
100 MULTAS
Esperando para receber atrasados, empresa desliga 144 radares de novo
CÚMULO DO ABSURDO
Mãe esconde a própria filha no guarda-roupas para evitar a prisão do marido por estupro