Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 24 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
EFEITO DE DROGAS

Transtornada, mulher é impedida pela PM de Ponta Porã de matar seus filhos menores

Crianças tem 1 e 4 anos de vida

25 Jan 2019 - 12h50Por Ponta Porã Informa

Na manhã de quarta-feira (23/01), Policiais Militares de Ponta Porã foram acionados para comparecerem em frente à agencia da Caixa Econômica Federal, na área central do município, pois segundo informações havia uma mulher aparentemente sob efeito de entorpecentes que estava tentando matar seus filhos I.F.M. (4) e I.M. (1) e dizendo que iria se matar também, jogando-se em frente aos veículos que passavam pelo local.

Chegando ao local, os policiais avistaram um tumulto generalizado e a autora, identificada como J.M.S. (26), bastante alterada, agredindo várias pessoas que tentavam impedi-la.

Também encontravam-se presentes uma equipe do CREAS e uma equipe do CRAS os quais tentavam conter os ânimos de J.M.S., porém, não obtiveram sucesso pois a autora atacava as equipes com golpes e garrafadas.

De acordo com as testemunhas, a autora estava gritando em frente à agência bancária e tentava se jogar no veículos que transitavam pelo local, com os filhos de 04 (quatro) anos e 01 (um) ano de idade no colo. Os veículos tiveram que frear e realizar manobras bruscas para evitar o atropelamento.

Os policiais, então, tentaram conter a autora, porém, a mesma começou a proferir palavras de baixo calão contra a guarnição da PM e, posteriormente, avançou contra eles, chutando a mão de uma das autoridades e causando um corte aparente no pulso esquerdo do policial. Sendo assim, os policiais utilizaram técnicas de imobilização e a conduziram até a viatura aonde a mesma começou a desferir chutes contra a grade do compartimento de presos, causando danos aparentes.

Em seguida, encaminharam a autora ao Hospital Regional pois a mesma alegou que estaria grávida e começou a passar mal. Posteriormente, após receber alta médica, J.M.S. foi encaminhada ao Primeiro Distrito Policial aonde segue à disposição da justiça.

Os filhos da autora ficaram sob a responsabilidade do Conselho Tutelar que também se fez presente no local do fato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAARAPÓ - INCÊNDIO
Incêndio em grandes proporções mobiliza comunidade de Caarapó
DESEQUILIBRIO ECOLÓGICO
Frequentadores do Parque das Nações denunciam infestação de carrapatos
INFANTICIDIO
Mãe de garotinha morta em Arapongas apanha na cadeia e confirma abusos e agressões – OUÇA ÁUDIO
MORTE ABSURDA
Mulher é morta a tiros após briga por levar bolo e não salgado a festa
AFOGAMENTO
Criança de 8 anos morre afogada ao cair em represa de pesqueiro
100 PACIÊNCIA
Nervoso com espera, homem derruba porta de UPA e vai parar em delegacia
BRIGA DE FAMILIA
Baleado pelo pai, jovem foge da Santa Casa com bala alojada no peito
CENA DE HORROR
Baleado, jovem implora de joelhos para sogro não ser executado por motoqueiro
FATALIDADE
Motorista morre após bater veículo em árvore ao tenta desviar de anta
PONTA PORÃ - EXECUÇÃO
Corpo de homem é encontrado em terreno baldio com pelo menos 6 facadas