Menu
SADER_FULL
segunda, 18 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
CIFRA NEGRA

TJMS decreta prisão do vereador de Dourados Idenor Machado

A sentença ocorreu na tarde desta terça-feira (29), por dois votos a um, e atende a um pedido do Ministério Público Estadual.

30 Jan 2019 - 07h10Por Dourados Agora

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul decidiu revogar a liberdade do vereador afastado Idenor Machado (PSDB). A sentença ocorreu na tarde desta terça-feira (29), por dois votos a um, e atende a um pedido do Ministério Público Estadual. Com a decisão, o vereador volta para trás das grades pela terceira vez.

A primeira prisão ocorreu no dia 5 de dezembro, quando foi desencadeada a Operação Cifra Negra, que investigava esquema de corrupção dentro da Câmara de Vereadores de Dourados. No dia 17 de dezembro foi deferido um habeas corpus pelo Tribunal de Justiça.

No dia 18 de janeiro ele voltou a ser preso por descumprir ordem judicial. O MP pediu a prisão após recolher imagens de câmeras de segurança que comprovaram a ida de Idenor Machado na Casa de Leis.

Uma das condições de ser favorecido pelo habeas corpus seria de não se aproximar da Câmara de Vereadores. No dia 21 de janeiro, Idenor voltou a receber o benefício do habeas corpus, que foi revogado em decisão de ontem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
DOURADOS - VÍDEO DE ACIDENTE
VÍDEO mostra colisão frontal entre motos que matou dois em Dourados
FÁTIMA DO SUL - OPERAÇÃO DOLOS
Mega operação envolveu mais de 20 policiais e cães farejadores contra o tráfico em Fátima do Sul
IMPRUDÊNCIA NAS ESTRADAS
Vídeo: Leitora flagra caminhão realizando ultrapassagem perigosa entre Ivinhema e Nova Andradina
TRAFICANTE
Jovem morre após troca de tiros com a polícia em Dourados
CRUELDADE
Bebê sobrevive depois de ser esfaqueado 14 vezes e ser enterrado vivo pela própria mãe
ACIDENTE FATAL
Dois morrem em colisão frontal em Dourados
DEODÁPOLIS - ALERTA
Golpista vende produtos religioso usando nome de projeto social em Deodápolis
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
MARACAJU
Operação judicial de busca, apreensão e prisão, resulta em duas mortes