Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
MUNDO MEDONHO

Professora mandava nudes e exigia sexo para aumentar notas

Ela foi descoberta pelo pai de um aluno ao enviar fotos provocantes para seu celular.

5 Jun 2019 - 11h06Por La Republica

                                    A professora colombiana Yokasta M, de 40 anos, que lecionava em Medellin, tinha métodos pouco usuais para avaliar seus alunos.

                                   Segundo o portal La República, do Peru, ela ameaçava os alunos, principalmente de 16 e 17 anos, afirmando que iria melhorar as notas deles se fizessem sexo com ela. Caso eles negassem, Yokasta falava que iria reprová-los.
                                   Ela foi descoberta pelo pai de um aluno ao enviar fotos provocantes para seu celular. Agora ela pode ser condenada a até 40 anos de prisão, e seu marido está pedindo o divórcio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

QUADRILHA
Quadrilha liderada por estudante de arquitetura, que fez família refém, é desarticulada
INSEGURANÇA
Por socorro índios recorrem ao governo estadual e ao MPF
AQUIDAUANA
Polícia faz buscas e prende advogada por sumiço de cocaína em delegacia
200 NOVOS AGENTES
Governo vai chamar 200 novos agentes penitenciários aprovados em concurso
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
ACERTO DO NARCOTRÁFICO
Dois corpos são localizados em menos de 5h na fronteira
DOENÇA DO SÉCULO
Sob pressão: mais um PM é encontrado morto em casa e suspeita é de suicídio
ACIDENTE FATAL
Paraguaia morre após colidir moto com 2 carros na BR-463 em Ponta Porã
TERROR NO PRESÍDIO
Briga de facções rivais deixa dez mortos em rebelião em presídio no Paraguai