SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Agosto de 2017
DELPHOS_FULL
7 de Junho de 2017 16h03

Professora ganha direitos na justiça após trabalhar por oito anos sem registro em carteira

Ficou comprovada através de provas documentais a existência de vínculo de emprego

Capital News

O Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região manteve por unanimidade a decisão da 6ª Vara do Trabalho de Campo Grande que reconheceu o vínculo empregatício entre o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e uma professora que trabalhou durante oito anos na unidade, sem registro em carteira.

Divulgação

TRT faz Semana de Execução e fecha R$ 2,7 milhões em acordos trabalhistas

O Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região manteve por unanimidade a decisão da 6ª Vara do Trabalho

A empresa foi condenada a assinar a carteira de trabalho de junho de 2006 a agosto de 2014; a pagar o aviso prévio, décimo terceiro salário e férias atrasadas; e a recolher o FGTS, acrescido da multa de 40%, de todo o período do contrato de trabalho.

 O Senac alegou que a professora prestou de forma esporádica, em cursos com duração máxima de duas semanas, configurando trabalho autônomo. Porém, o relator do caso, Desembargador Nicanor de Araújo Lima, concluiu que as provas documentais apresentadas comprovaram a prestação de serviço não eventual, mesmo que em períodos curtos o trabalho foi seqüencial, caracterizando o vínculo de emprego.

Comentários
Veja Também
FORTALEZA
HERBALIFE_300
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
Últimas Notícias
  
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.