Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
TIRO ACIDENTAL

Professora é atingida com tiro acidental disparado pelo noivo de sua neta

O disparo que vitimou a professora Aldacy teria sido disparado por um empresário, que seria noivo de uma neta dela.

15 Abr 2019 - 08h59Por Goionews

                          A equipe da Polícia Civil de Campo Mourão está apurando as circunstâncias em que aconteceu a morte da professora aposentada Aldacy Luzia Almeida Baldini (foto), de 71 anos, foi atingida por um tiro na nuca durante uma confraternização familiar em uma chácara na Usina Mourão, na noite desabado,13,em Campo Mourão.

O disparo que vitimou a professora Aldacy teria sido disparado por um empresário, que seria noivo de uma neta dela. O homem estaria manuseando uma espingarda calibre 22 e a arma disparou acidentalmente, atingindo a aposentada. Ela chegou a ser socorrida, mas faleceu antes de chegar ao hospital.
A polícia deve ouvir todas as pessoas que estavam no local no momento eu houve o suposto disparo acidental. Se for confirmada a versão, o autor dos disparos deverá ser indicado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.
Goionews: Todo mundo lê!

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATENTADO EM DOURADOS
Jovem é baleado com 4 tiros em bairro de Dourados
PEQUENO HERÓI
Irmão salva bebê de 7 dias depois de criança colocar fogo em quarto
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
MUNDO MEDONHO
Homem decepa o pênis do amante da esposa e leva o membro embora
DOURADOS - CRIME NO SHOPPING
Delegado encerra Inquérito e aguarda perícia para saber se tiro que matou bioquímico foi acidental
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CAPTURADO
Suspeito de assassinar homem em Dourados é preso no Paraná
ESTUPRO VULNERÁVEL
Homem é preso após estuprar e arquivar fotos íntimas de menina de 9 anos em Navirai
CHEFÃO
Chefão do PCC em duas cidades, 'Oclinhos' é preso pela polícia de N. Alvorada do Sul
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082