SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 22 de Agosto de 2017
DELPHOS_FULL
19 de Abril de 2017 14h53

Preso por atirar em jovem no centro participou do assassinato de sargento

'Liberdade' foi flagrado em vídeo e se diz membro do PCC

Da Redação

Foi preso João Paulo Neves Dutra, de 26 anos, o ‘Liberdade’, pela tentativa de homicídio que aconteceu na noite de terça-feira (19) no centro de Campo Grande, na Rua dos Barbosas. Ele atirou quatro vezes contra Waldiney Gamarra Boabaid da Silva, também de 26 anos, que está na Santa Casa sob escolta policial, já que estava evadido.

Conforme as informações da GCM (Guarda Civil Municipal), equipe foi acionada para ir ao local da tentativa de homicídio, onde o Waldiney foi encontrado caído, com ferimentos provocados por arma de fogo. Ele foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa de Campo Grande.

Ainda consciente, Waldiney conseguiu dizer quem foi o autor dos disparos, e também que ele fugiu no Ford Ka azul, placas AJZ-9849. Em buscas, os guardas conseguiram localizar o carro com as mesmas características na região do Coronel Antonino. Abordado, João foi detido em flagrante.

Na casa de João Paulo, foram encontrados coldres, mas a arma do crime não foi localizada. A vítima reconheceu o autor por meio de fotos e ainda revelou que a motivação seria uma dívida por drogas que João Paulo tinha com ela. Waldiney ainda afirmou que João Paulo, conhecido como ‘Liberdade’, é membro do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Waldiney estava evadido do Sistema Prisional e permaneceu com escolta na Santa Casa. Ele deve ser posteriormente encaminhado ao presídio. Já João Paulo foi preso em flagrante por homicídio qualificado mediante emboscada, na forma tentada.

‘Liberdade’

João Paulo foi preso em 2011 por envolvimento na morte do sargento Marcos Luciano Guilherme dos Santos, de 40 anos, do Corpo de Bombeiros. O crime aconteceu no Natal daquele ano quando o bombeiro teria abordado João e o comparsa, Valdir Alves.

Valdir teria sido quem atirou no militar, que chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Em 2012 João Paulo ganhou a liberdade, sendo preso pouco tempo depois por tráfico de drogas em Dois Irmãos do Buriti.

Já Waldiney, que estava evadido, teria participado de um homicídio no Presídio de Segurança Máxima da Capital em dezembro de 2016. Ele e outros colegas de cela teriam serrado as grades, andado até a cela onde estava Adonias da Silveira Felipe, de 33 anos, e cometido o crime.

Comentários
Veja Também
MBO_SEGURANÇA_300
Nossa_Lojas
HERBALIFE_300
Últimas Notícias
  
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.