Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 9 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
deodápolis - assaltante preso

Polícia prende em Deodápolis autor de assalto em Umuarama no Paraná

5 Out 2013 - 07h30Por Fátima News

Em uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar de Deodápolis, foi preso na tarde de sexta-feira (04/10), Alberto Ricardo Claudino Alves, vulgo “Magrinho”, pela prática de crime de roubo qualificado na Comarca de Umuarama-PR.

De acordo com as investigações que vinham sendo realizadas acerca de crimes contra o patrimônio, a Polícia Civil tomou conhecimento da existência de um mandado de prisão preventiva expedido contra “Magrinho” pelo Juiz da 2ª Vara Criminal de Umuarama-PR e passou investigá-lo.

De posse do mandado de prisão Policiais Civis e Militares iniciaram diligências e conseguiram identificar o referido indivíduo, o qual foi localizado em uma Avenida na área central da cidade de Deodápolis, momento em que foi abordado e preso, sendo conduzido à Delegacia de Polícia, onde foi formalizado o cumprimento do mandado, cuja prisão foi informada ao Juiz de Direito da Comarca.

O preso já foi recambiado a uma outra Unidade Prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça até ser transferido para Umuarama.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONCURSOS
EDITAL da Polícia Militar abre 120 vagas com salário de R$ 5.769,42!
COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NAVIRAI
Incêndio destrói casa na madrugada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Motorista morre após colidir contra carreta parada
INCONSCIENTE
Familiares encontram homem que estava desaparecido há 5 dias em Ponta Porã
PISTOLAGEM
Homem é executado á tiros em Ponta Porã
DOURADOS - OPERAÇÃO CIFRA NEGRA
Mais 4 pessoas são presas em caso de corrupção na Câmara de Dourados
RECEPTAÇÃO
Motorista compra Uno de ‘milão’ pelo Facebook e acaba preso por receptação
INDIGENTE
Morador de rua morre na Santa Casa 4 meses depois de ser espancado
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência