Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
CRIME AMBIENTAL

PMA prende e autua em R$7 mil administrador de fazenda por caça e apreende animais abatidos e rifle

Durante fiscalização em uma propriedade rural para averiguação de caça ilegal

23 Mai 2016 - 16h32Por Assessoria

Durante fiscalização em uma propriedade rural para averiguação de caça ilegal, Policiais Militares Ambientais de Bonito prenderam ontem (22) à tarde, um administrador de fazenda por posse de carne de animal silvestre produto de caça ilegal e por posse ilegal de arma. A PMA encontrou em um frízer na residência do infrator na fazenda localizada a 50 km da cidade de Bonito, às margens de rodovia MS 382, carne de animais silvestres das espécies cateto e veado. O infrator confessou que havia abatido os animais.

Além da carne que foi apreendida, a PMA apreendeu um rifle marca Winchester, calibre 22 e munições do mesmo calibre, utilizadas na caça ilegal, para a qual também não havia documentos.

O infrator, de 42 anos, recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Bonito, onde ele foi autuado em flagrante por caça ilegal e posse ilegal de arma. A pena para a caça é de seis meses a um ano de prisão e da posse de arma de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 7.000,00 pelo abate do animal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
Homem é morto no meio da rua e durante o dia com tiros de 9mm em Campo Grande
FEMINICIDIO
Florista baleada pelo ex-namorado não resiste aos ferimentos e morre na Santa Casa
CAMPO GRANDE - POLÍCIA
Homem dá tiros na ex-namorada e se mata em uma das regiões mais nobres de Campo Grande
TRÁFICO EM MS
Polícia apreende maconha e haxixe em fundo falso de motocicleta em MS
DETRAN - MS - LEILÃO
Detran-MS inicia primeiro leilão de veículos para circulação deste ano
ESTRUPO A MENORES
'Monstro' que estuprava e filmava filha de 7 anos ainda era casado com enteada
MONSTRUOSIDADE
Menino de 3 anos é torturado com fio de celular pelo padrasto por quase 24h após fazer xixi na cama
MAL SUBITO
Em surto, mulher sai de motel e morre debaixo de caminhão na Capital
SEGURANÇA
Mato Grosso do Sul supera em 10 vezes média nacional de resolução de homicídios
CONFLITOS DE ÍNDIOS E PRODUTORES
Fazendeiro pagará R$ 150 mil por jogar agrotóxico em comunidade indígena de Caarapó