Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
PESCA ILEGAL

PMA apreende 18 redes de pesca, medindo 2 km no rio Paraná durante a operação piracema

28 Nov 2016 - 08h54
Equipes da Polícia Militar Ambiental de Naviraí, que trabalharam na operação Piracema, retiraram hoje (27), 18 redes de pesca no rio Paraná, medindo 1.850 metros. O material proibido estava em um acampamento em uma ilha, nas proximidades do Porto Caiuá. Os infratores proprietários das redes não foram localizados e nem identificados.
Os elementos normalmente deixam os petrechos ilegais escondidos e, durante a madrugada, quando não percebem fiscalização, armam e conferem os petrechos, retirando os peixes capturados. Isso torna difícil a prisão dos infratores, haja vista o curto espaço de tempo que permanecem no rio.

A manutenção da fiscalização e retirada destes petrechos precisam ser constantes, tendo em vista, a grande capacidade de captura e ocasionamento de mortes dos peixes, devido ao grande poder de captura deste tipo de petrecho ilegal. A retirada desta quantidade de redes dos rios impede a degradação dos cardumes, especialmente no período de piracema.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PENSÃO ALIMENTÍCIA
Genro de Silvio Santos é procurado por Policia Federal após mandado de prisão
FÁTIMA DO SUL - CASO DE POLÍCIA
Mulheres brigam na rua e marido corre atrás com espingarda em Fátima do Sul
BR-163
Veículos roubados em São Paulo são recuperados em MS
MIRANDA - MS - TRAGÉDIA
Veículos explodem após colisão frontal e duas pessoas morrem na BR-262
Campo Grande
Homem de 33 anos morre ao sofrer queda de moto na Capital
ANIMAL NA PISTA
Cão atravessa rua e causa acidente com motociclista
MANDADO DE PRISÃO
Força Tática cumpre mandado de prisão expedido pela Justiça Federal em Oficina Mecânica
ACIDENTE DE TRANSITO
Motociclista fica gravemente ferido em acidente no centro de Nova Andradina
PROCURA-SE
Jovem com necessidades especiais desaparece da casa da família em Nova Andradina
CASO DE POLICIA CONTRA PREFEITO
'Inteligência da polícia trabalha para elucidar atentado contra prefeito', garante governador