Menu
SADER_FULL
sexta, 25 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
DOURADOS

Pistoleiros executam quarto empresário de turismo em pouco mais de um ano

16 Nov 2016 - 07h50Por Mídia Max

Pistoleiros executaram a tiros na manhã desta terça-feira (15) o empresário Osvaldo Francisco da Silva, de 58 anos, em Dourados, distante 228 quilômetros de Campo Grande. Conhecido como “Bila”, ele foi morto com seis tiros de pistola calibre 380 quando chegava ao escritório, na Rua Toshinobu Katayama, entre as ruas Joaquim Teixeira Alves e Onofre Pereira de Matos. Desde setembro de 2015, é a quarta vítima do mesmo ramo empresarial morta na cidade.

No crime desta manhã, dois homens se aproximaram da empresa Max Tur de moto e o que estava na garupa desceu efetuando os disparos. A vítima foi atingida por dois tiros na cabeça, um nas costas, um na parte de trás do pescoço, um no braço direito e outro no braço esquerdo. Testemunhas disseram que pouco antes dos disparos, efetuados por volta de 7h30, quatro homens em duas motos estavam rondando o local.

Uma espingarda calibre 12 municiada foi encontrada pelos policiais atrás da porta do escritório. Familiares da vítima disseram que ele sofria ameaças desde que abriu uma empresa de turismo em Ponta Porã, recentemente. “Bila” iria para lá ainda hoje, mas precisou passar no escritório para receber clientes que agendariam viagens para São Paulo e Goiânia.

Em 14 meses, esse foi o quarto empresário do ramo de turismo executado a tiros em Dourados. No dia 24 de setembro de 2015, Toni Ednaldo dos Santos, de 40 anos, foi morto com seis tiros dentro da própria casa, no Jardim Água Boa. No dia 7 de outubro daquele mesmo ano, Alexander Oliveira Silva, 21 anos, foi assassinado com nove tiros na van que conduzia, no Parque Nova Dourados. E no dia 22 de fevereiro deste ano a vítima foi José Edilson de Moraes, de 40 anos, baleado diversas vezes ao chegar na residência em que morava, na Vila Industrial.

As três primeiras vítimas se conheciam pessoalmente e eram proprietários de vans e ônibus destinadas ao transporte de moradores da região para viagens dentro e fora de Mato Grosso do Sul. Era o mesmo ramo de atuação de “Bila”, morto nesta manhã. Quando o mais recente crime havia acontecido, no dia 22 de fevereiro, a polícia informou ter acrescentado à linha de investigação a possibilidade de os crimes terem relação. Até hoje não houve divulgação de resultados dessas investigações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível
TRABALHO ESCRAVO
Ministério do Trabalho resgata 15 trabalhadores de situação degradante
GREVE CONTINUAM
Caminhoneiros desmentem acordo com Governo e mantêm paralisação na Capital
CRUELDADE
Pastor abusou, agrediu e matou filho e enteado carbonizados
DO CONTRA
Homem enfrenta caminhoneiros com motosserra em rodovia; veja o vídeo
NA RODOVIA
Carro furtado é encontrado sem as rodas e incendiado
FÁTIMA DO SUL - PREÇOS ABUSIVOS
Após preços da gasolina, consumidor pode acionar Procon e Ministério Público em Fátima do Sul
BLOQUEIO CAMINHONEIROS
Pelo menos 300 caminhões estão parados em pontos de bloqueio em Dourados
AGIO NO PETROLEO
Cinco postos de Dourados são autuados por venderem gasolina com preço abusivo
GREVE CAMINHONEIROS
Posto do Pina que cobrou R$ 8,99 pelo litro da gasolina é interditado