Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 22 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Operação Esculápio

PF faz operação em 14 Estados contra diplomas falsos de medicina

A ação combate um esquema de uso de diplomas e documentos falsos de medicina no País.

18 Out 2013 - 07h43Por Terra

Policiais federais participam na manhã desta sexta-feira da Operação Esculápio em 14 Estados: Mato Grosso, Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo. A ação combate um esquema de uso de diplomas e documentos falsos de medicina no País. 

​Ao todo, foram cumpridos 41 mandados de busca e apreensão expedidos pela 7ª Vara Criminal da Justiça Federal de Mato Grosso. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Guilherme Augusto Campos Torres Nunes, a denúncia foi feita pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). "São diplomas que foram comprados na Bolívia e seriam usados para a pessoa clinicar no Brasil e há a suspeita de que alguns teriam solicitado o ingresso no Mais Médico", informou, explicando que o programa do governo federal não autoriza o ingresso de profissionais formados na Bolívia. 

Os detentores dos diplomas falsos teriam se inscrito no Revalida - exame que autoriza a atuação de médicos graduados no exterior no País. Em contato com as universidades bolivianas Universidad Nacional Ecológica (UNE), Universidad Técnico Privada Cosmos (Unitepc) e Universidad Mayor de San Simon (UMSS), a UFMT confirmou que dentre os inscritos, 41 nunca foram alunos ou não concluíram a graduação nessas instituições. 

Ao analisar os documentos encaminhados pela universidade mato-grossense, a Polícia Federal constatou que, destes 41, 29 foram representados por cinco advogados ou despachantes, que teriam sub-rogado outras pessoas para realizar a inscrição dos supostos médicos. Os investigados responderão pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica. "O próximo passo vai ser interrogar e juntar a documentação para indiciá-los por falsidade e identificar o fraudador na Bolívia com base nos interrogatórios que estamos fazendo, para em seguida acionarmos as autoridades cabíveis", completou Nunes. 

A operação foi batizada em razão de que Esculápio é o Deus da medicina e da cura na mitologia greco-romana. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GLOBO DA MORTE
Artistas se machucam durante apresentação de Globo da Morte em MS
FATALIDADE
Menina de 7 anos é atacada por pitbull e morre na casa dos avós
CRIMINOSO FORAGIDO
Ataque com machadinha deixa alunos e professora feridos em escola
DESAPARECIDA - COMPARTILHE
Familia de Fátima do Sul procura por Paulete desaparecida há 4 dias
CONFISSÃO
Filhos investigam e descobrem que pai matou a mãe há 37 anos
REMEDIO CONTROLADO
Homem sai para caminhar e é encontrado morto em construção na Capital
MAIS UM ACIDENTE
Batida entre carretas deixa um morto e outro em estado grave na BR-163
MUNDO MEDONHO
Campanha pede a governo 82 mil bonecas infláveis para presos se “aliviarem”
INFANTICIDIO
Bebê morre após comer colher de sal dada pela mãe
MORTE ACIDENTAL
Policial civil aposentado de MS morre ao ser atropelado pela própria caminhonete