Menu
SADER_FULL
sexta, 25 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Operação Research

PF cumpre mandados em MS por desvio de verbas em universidade

O objetivo é apurar o desvio de recursos públicos destinados à UFPR

15 Fev 2017 - 08h45Por Mídia Max

Na manhã desta quarta-feira (15), Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União e Tribunal de Contas da União, deflagrou a Operação Research. O objetivo é apurar o desvio de recursos públicos destinados à UFPR (Universidade Federal do Paraná) e mandados são cumpridos em Mato Grosso do Sul.

A ação apura o repasse irregular de recursos mediante pagamentos sistemáticos, fraudulentos e milionários de bolsas para inúmeras pessoas sem vínculos com a instituição no período entre 2013 e 2016.

Cerca de 180 policiais federais, 6 servidores da Controladoria Geral da União e 4 dos quadros do Tribunal de Contas da União estão cumprindo 73 ordens judiciais, sendo 29 mandados de prisão temporária, 8 conduções coercitivas e 36 mandados de busca e apreensão nos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, em Maracaju, e Rio de Janeiro.

Conforme o site Paraná Portal, foram reunidos indícios concretos da realização de fraudes em pagamentos (desvio de recursos públicos federais) realizados no período de 2013 a 2016 a título de Auxílio a Pesquisadores, Bolsas de Estudo no País e Bolsas de Estudos no Exterior a diversas pessoas desprovidas de regular vínculo de professor, servidor ou aluno da Universidade Federal do Paraná.

Até então, se detectou a participação de ao menos dois funcionários públicos federais nas fraudes, resultando na prisão cautelar de ambos. O nome da operação é uma referencia ao objetivo central das bolsas concedidas pela unidade, destinada a estudos e pesquisas pelos contemplados.

Os investigados estão sendo levados às sedes da Polícia Federal nas respectivas cidades onde foram localizados a fim de prestarem os esclarecimentos necessários. Quanto aos presos encontrados no estado do Paraná, todos serão trazidos a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível
TRABALHO ESCRAVO
Ministério do Trabalho resgata 15 trabalhadores de situação degradante
GREVE CONTINUAM
Caminhoneiros desmentem acordo com Governo e mantêm paralisação na Capital
CRUELDADE
Pastor abusou, agrediu e matou filho e enteado carbonizados
DO CONTRA
Homem enfrenta caminhoneiros com motosserra em rodovia; veja o vídeo
NA RODOVIA
Carro furtado é encontrado sem as rodas e incendiado
FÁTIMA DO SUL - PREÇOS ABUSIVOS
Após preços da gasolina, consumidor pode acionar Procon e Ministério Público em Fátima do Sul
BLOQUEIO CAMINHONEIROS
Pelo menos 300 caminhões estão parados em pontos de bloqueio em Dourados
AGIO NO PETROLEO
Cinco postos de Dourados são autuados por venderem gasolina com preço abusivo
GREVE CAMINHONEIROS
Posto do Pina que cobrou R$ 8,99 pelo litro da gasolina é interditado