Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 20 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
campo grande

Pai é preso e polícia descobre que sequestro de bebê era pagamento de dívida de drogas

20 Nov 2013 - 08h59Por Mídia Max

Foram presos nesta terça-feira (19), o pai e a sequestradora da recém-nascida tirada da mãe,  no bairro Dom Antônio Barbosa, no último sábado (16). De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), as investigações apontam que o bebê seria entregue como pagamento de uma dívida de drogas.

A sequestradora relatou à polícia que foi presa em 2008, em Corumbá e que teria uma dívida de R$ 4 mil em drogas. A criança sequestrada seria o pagamento desta dívida. “É um crime ligado ao narcotráfico”, afirmou o delegado.

Conforme Lauretto, o pai Robson dos Santos Hoffmiester, 22 anos, nega as acusações, mas após o depoimento de Renata Silva de Jesus, 33 anos, há indícios de que ele planejou o sequestro e seria o responsável por intermediar a criança com os supostos bolivianos. “No momento, temos indícios e elementos suficientes para a prisão dele”, destacou.

Ainda segundo o delegado, a Polícia Civil irá apurar a possibilidade de Renata estar envolvida em outros casos de sequestros de bebês. Uma mãe, usuária de drogas, procurou a Justiça para informar que estaria negociando a venda de um bebê recém-nascido com uma mulher de nome Renata. Após o filho ter nascido, a usuária de drogas teria desistido da negociação e procurou a Justiça. O caso aconteceu em outubro deste ano.

Segundo Lauretto, os dois serão indiciados, por enquanto, pelos crimes de sequestro e cárcere privado, com pena de até cinco anos. Mas caso seja comprovado o envolvimento em outros casos de sequestro, eles podem também responder pelo crime de tráfico internacional de pessoas. “Existe indícios de que isso possa estar acontecendo”, pontuou.

A polícia espera também prender o marido de Renata, identificado como Carlos dos Santos, que também participou do sequestro. Conforme o depoimento, os dois estariam sendo coagidos para pagar a dívida de drogas.

O pai foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), e a sequestradora, para a 2ª DP de Campo Grande. O inquérito deve durar ainda dez dias, em que a polícia espera ouvir testemunhas e buscar informações das pessoas envolvidas.

 

Diego Alves
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO POLICIAL NO MS
PMR e PM de Amandina apreendem mais de 100 kg de maconha em veículo abandonado
EM CIDADE DO MS
Em MS, Estudante de medicina morre após jogar partida de futebol
ATENTADO
Residência de Jornalista é alvo de atentado no interior do MS
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
ALERTA
Adolescentes pagam conta em pizzaria com cédulas falsas e são apreendidos pela Força Tática em Nova
ESTUPRO VULNERÁVEL
Preso suspeito de embriagar, estuprar e divulgar vídeo de menina de 13 anos em Bonito
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
RIO BRILHANTE
Jovem comete suicídio após escrever bilhete e trocar mensagens com a namorada
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo de MS implanta alta tecnologia em presídios para tornar inspeção mais eficaz
DOURADOS - PRESO NOVAMENTE
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso em Dourados