Menu
PASSARELA
quinta, 21 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
deodápolis

Pai e filho contratados para fazer frete são amarrados por 'clientes' que roubam caminhão

Polícias Civil e Militar foram acionadas logo após o crime, mas nenhum dos bandidos foi encontrado

27 Set 2013 - 09h50Por Correio do Estado

Pai e filho foram sequestrados por bandidos que fugiram levando um caminhão-baú. O crime aconteceu ontem (26), na cidade de Deodápolis.

Segundo informações das vítimas, o pai recebeu o telefonema de uma pessoa desconhecida que contratou o serviço de mudança na Linha 9, que fica na área rural do município. Por volta das 7h, ele e seu filho foram até o local combinado, onde foram rendidos por três bandidos.

As vítimas reagiram ao assalto e lutaram com os criminosos, mas desistiram da reação no momento em que foram ameaçados de morte com uma arma de fogo. Eles então foram amarrados, enquanto os marginais fugiram com o veículo.

Os dois permaneceram amarrados por mais de 4h. Quando conseguiram soltar as amarras, eles pediram ajudam num sitio próximo.

As polícias Militar e civil foram acionadas, mas nenhum suspeito foi encontrado. O veículo também não foi recuperado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODAPOLENSE MORRE EM ACIDENTE
Morador de Deodápolis morre em acidente
FAMOSIDADES
Ex-apresentadora do ‘Vídeo show’, Alinne Prado sofre assalto a mão armada dentro de casa
MOTORISTA SUMIU
Veículo de grande porte “arranca” fiação elétrica, e deixa moradores às escuras em Nova Andradina
Três Lagoas
Mulher morre em acidente envolvendo carro e carreta na BR-158
Dourados
Interno é encontrado morto em cela da PED
MS-276
Acidente entre trator e caminhonete mata homem em Dourados
GLÓRIA DE DOURADOS - ACIDENTE
Acidente envolve caminhão e ciclista em Glória de Dourados
MANIACO SEXUAL
Policia prende homem flagrado pelado sobre menina de 7 anos em Dourados
DEODÁPOLIS NA LISTA - GOLPE
Estelionatário é preso por aplicar golpes em Deodápolis e mais três cidades de MS
ATENTADO
Preso em Rio Brilhante o casal acusado de atentado contra prefeito de Paranhos