Menu
SADER_FULL
RIO_DOURADOS
Busca
SUCURI_MEGA
Atentado

Na fronteira, empresária recebe ‘aviso’ e polícia suspeita de recado do narcotráfico

Cadeado estava preso a língua de vaca

3 Jul 2017 - 06h20Por Porã News

Na madrugada deste domingo (2), um salão de beleza que fica em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, foi alvejado por 13 disparos de pistola 9 milímetros. No local, os bandidos deixaram um cadeado preso em uma língua de vaca.

De acordo com informações do site Porã News, a polícia suspeita que o caso seja um ‘aviso’ do crime organizado que atua na fronteira. Conforme investigadores, a língua e o cadeado indicam que a proprietária do salão, uma brasileira de 34 anos, estaria falando demais, e por isso, incomodado os criminosos. A polícia acredita que o caso pode ter ligação com o narcotráfico.

Imagens feitas no local logo após o crime mostram estilhaços da porta de vidro do estabelecimento, que se quebrou com os tiros e o cadeado preso a língua de vaca. A Polícia Nacional investiga o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cuidado
Derrame de cédulas falsas de 10 e 20 no comércio de Vicentina e Fátima do Sul
Trafico de drogas
Passageiro de ônibus é preso pela PRF com drogas, duas armas e 100 munições
TRABALHO CONJUNTO
Dez são presos em operação que encontrou drogas em Dourados
Sidrolândia
Idoso é preso suspeito de estuprar sobrinha-neta de 9 anos
Dourados
Polícia apreende caminhão recheado de maconha em Dourados
Paranaíba
Jovem desaparece em mata no interior e família teme ataque de onça
Desaparecido
Garoto desaparece em área rural e polícia encontra pegadas de onça
Arrombamento
Ladrões arrombam janela e furtam agência dos Correios de Anaurilândia
Maniaco Sexual
Homem é preso por abusar sexualmente de menina que queria adotar
Brincadeira Fatal
Tragédia: bebê morre esmagado durante brincadeira com carro da família