Menu
SADER_FULL
segunda, 18 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
RECURSO

MPM insiste em prisão preventiva de militares pelo uso de viatura em tráfico

Quatro cabos e um sargento estariam envolvidos no crime

17 Nov 2016 - 13h55Por Correio do Estado

O Ministério Público Militar (MPM) em Campo Grande insiste na necessidade de decretação da prisão preventiva dos cinco militares - quatro cabos e um sargento - envolvidos direta ou indiretamente na utilização de um caminhão do Exército para o transporte de três toneladas de maconha. A apreensão da droga aconteceu em agosto último, em Campinas (SP). 

Apesar de ter recebido a denúncia oferecida pelo promotor militar Nelson Lacava Filho, o juiz Jorge Luiz de Oliveira da Silva, da Auditoria da 9ª Circunscrição Judiciária Militar, da Capital, não concordou com a decretação da preventiva, optando por estabelecer medidas restritivas.

O promotor denunciou por crime de peculato-furto, supostamente caracterizado pela retirada do caminhão das dependências do 20º Regimento de Cavalaria Blindado (20 RCB), sem autorização,  os cabos Raul Seixas Simão Martins, Maycon Coutinho Coelho e Higor Abdala Costa Attene (presos em Campinas com a maconha); os cabos Fidélio Rossi Oliveira e Lucas de Santana Gabriel Cavalcante Ferreira; e os sargentos Leydson da Silva Cotrim e Victor Mariano Fernandes Vasconcelos.

O sargento Vasconcelos foi denunciado somente por envolvimento culposo (não-intencional, por negligência na fiscalização do veículo). O juiz não aceitou a denúncia contra o cabo Lucas, por entender que o Inquérito Policial Militar (IPM) que apurou o caso não trouxe elementos suficientes de acusação contra o graduado. Nelson Lacava, porém, insiste na decretação da preventiva, exceto do sargento Vasconcelos. Por conta disso apresentou recurso em sentido estrito, requerendo que o seu pedido seja apreciado novamente, desta vez pelo Superior Tribunal Militar (STM), em Brasília. 

Ao negar a preventiva, entretanto, o juiz auditor estabeleceu que os militares  devem comparecer à 9ª CJM periodicamente; proibição de acesso a qualquer dependência do quartel que tenha armamento e munições; proibição de contato com testemunhas; e proibição de ausentarem-se da cidade sem autorização judicial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAFICO DE DROGAS
Na madrugada deste domingo dois homens e uma mulher acusados de tráfico de drogas são presos
PROCURADO
Foragido da Justiça sofre acidente de moto
ATENTADO PARANHOS
Testemunha de atentado contra prefeito é executada por pistoleiro ao sair de delegacia
BRIGA EM BAR
Homem morre vítima de esfaqueamento; autor é preso em flagrante pela Polícia Militar
TRAGÉDIA - NATURAL DE FÁTIMA DO SUL
Natural de Fátima do Sul, homem perde controle e morre após colidir moto em guard rail
CARAAPÓ - ACIDENTE COM VÍTIMA
Homem morre em acidente que teria provocado com caminhão em Caarapó
IVINHEMA
Polícia Federal apreende 11 carretas com cigarros contrabandeados do Paraguai
VIOLENCIA DOMESTICA
Mulher de 30 anos é violentamente agredida pelo ex-companheiro
ACIDENTE DE TRANSITO
Corpo de Bombeiros socorre motociclista vítima de acidente
MONSTRO
Padrasto é preso por espancar e causar a morte de enteada de 3 anos