Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 24 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
campo grande

Moradores amarram suspeitos de roubo e recuperam telefone celular

Moradores fazem “justiça com as próprias mãos” e amarram suspeitos

5 Nov 2013 - 07h51Por Campo Grande News

Cerca de 40 moradores da Vila Jacy se reuniram, no início da tarde desta segunda-feira (4), para “caçar” dois suspeitos de roubar celular de uma mãe, na frente dos três filhos pequenos. Revoltados, eles decidiram fazer “justiça com as próprias mãos” e amarraram os garotos em árvore na Avenida Laudelino Barcelos, a mais movimentada do bairro, até a polícia chegar para prendê-los.

O crime ocorreu por volta do meio-dia, quando a empregada doméstica Priscila Machado da Silva, 21 anos, foi buscar seus três filhos na escola. Na volta, ela foi abordada pelos garotos. “Perdeu, passa o celular”, anunciou um dos dois. Assustada, a jovem não pensou duas vezes, entregou o aparelho e saiu correndo com as três crianças.

Em casa, Priscila relatou o crime ao marido. Revoltado, ele foi desabafar com os vizinhos, que decidiram se unir para procurar os suspeitos pelo bairro. Meia-hora depois, o grupo encontrou os garotos e decidiu amarrá-los no tronco de um pé de uma mangueira.

Suspeitos de assaltar mãe com os três filhos pequenos foram amarrados em árvore, no canteiro de avenida movimentada (Fotos: Simão Nogueira)Suspeitos de assaltar mãe com os três filhos pequenos foram amarrados em árvore, no canteiro de avenida movimentada (Fotos: Simão Nogueira)

 
Moradores se uniram para caçar os suspeitosMoradores se uniram para "caçar" os suspeitos

“Se a gente não amarrasse, eles iriam fugir e nunca mais teríamos notícias deles”, justificou o pedreiro Osmar Marques, 40. Ele participou da “caçada” aos suspeitos e emprestou a “extensão”, presa em sua bicicleta, para amarrar os garotos. “Isso foi bom para dar um susto neles”, acrescentou.

Fernando da Silva, 30, também ajudou a prender os suspeitos. “O jeito é fazer justiça com as próprias mãos”, comentou. Além de amarrar os garotos, alguns moradores partiram para o ataque físico, deixando escoriações pelo corpo dos suspeitos.

Não foram localizados documentos com os garotos, que estavam sujos e em silêncio. A polícia chegou ao local, algemou os dois e os conduziu até a 5ª Delegacia de Polícia. Antes, os suspeitos devolveram o celular a Priscila.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUGIR DE ACIDENTE DÁ CADEIA
Fugir de acidente pode terminar com prisão de até um ano; entenda
FATALIDADE
Em MS, Filho de vereador morre e órgãos são encaminhados para transplante
CASO DE POLÍCIA NO MS
Adolescente mata idoso de 60 anos e deixa faca cravada no tórax: 'Tentou roubar meu celular', disse
NOVA ANDRADINA - ALERTA AOS PAIS
Onda de suicídios deixa Nova Andradina em alerta: Jovem é encontrado morto
A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
EQUIPE FORÇA TÁTICA DE FÁTIMA DO SUL
Força Tática de FÁTIMA DO SUL apreende cocaína e pasta base durante operação Fronteira Segura II
FÁTIMA DO SUL - CASO DE POLÍCIA
Fatimassulense procura polícia após receber multa do veículo que nunca transitou no Estado de SP