Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
ILHA PROIBIDA

Missionário é morto a flechadas após entrar em ilha ocupada por tribo isolada

Um missionário americano de 27 anos foi morto a flechadas após entrar em uma ilha da Índia ocupada por uma tribo indígena que vive isolada.

21 Nov 2018 - 12h21Por Extra

Um missionário americano de 27 anos foi morto a flechadas após entrar em uma ilha da Índia ocupada por uma tribo indígena que vive isolada.

A ilha de North Sentinel, situada no Índico, é proibida para visitantes. John Allen Chau, entretanto, ignorou a advertência, conforme relatou o "Sun". Ele desejava chegar ao local para apresentar o cristianismo aos indígenas.

"Ele tentou chegar às ilhas Sentinel em 14 de novembro, mas não conseguiu. Dois dias depois, ele se preparou melhor. Ele chegou de canoa à ilha", disse uma fonte à agência France Presse.

 

Moradores isolados de ilha indianaMoradores isolados de ilha indiana Foto: Reprodução/Times Now

 

 

Os moradores de Sentinel são agressivos com visitantesOs moradores de Sentinel são agressivos com visitantes Foto: Reprodução

 

O corpo flechado de John Allen foi arrastado pelos indígenas com ajuda de uma corda presa ao pescoço e abandonado em uma praia. Pescadores viram o cadáver em North Sentinel, que faz parte do remoto arquipélago de Andamã e Nicobar, mas não puderam recuperá-lo.

Segundo o jornal "Andaman Sheekah", fontes disseram que o missionário já teria tentado contato com os indígenas hostis outras cinco vezes.

O caso está sendo tratado pela polícia local como homicídio. Mas os indígenas não podem ser indiciados, já que não são imputáveis segundo as leis locais. O pescador que levou John Allen à ilha foi detido.

A embaixada americana na Índia está acompanhando o caso.

 

Andamã e Nicobar estão situadas no Ocenao Índico

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTE NOTÍCIA NO MS
Universitária é encontrada morta no portão da casa e comove cidade de MS
ASSALTANTES
VÍDEO: criança é perseguida por assaltante quando voltava da escola na capital
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
FATIMA DO SUL - OPERAÇÃO DOLOS
Empresários que vendiam drogas para 'alta sociedade' em Fátima do Sul são transferidos para presídio
GLÓRIA DE DOURADOS - DROGA INCINERADA
Em Glória de Dourados, Polícia Civil incinera os 537 quilos de cocaína apreendida em Deodápolis
MANIACO SEXUAL
Câmeras flagram suspeito de tentativa de estupro perseguindo vítima em cidade de MS
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
ILEGALIDADE
Ex-vereadores de Anaurilândia são condenados a devolverem valor recebido por sessão extraordinária
IRRESPONSABILIDADE
Adolescente abandona recém-nascida embaixo de tanque em Dourados